Descomissionamentos

Bancários cobram recolocações no BB com paralisações das Estilo em Santos

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Bancários cobram recolocações no BB com paralisações das Estilo em Santos

Banco do Brasil chegou a indicar, nesta quinta, 14, que negociaria com bancários de Santos, mas recuou

O Sindicato dos Bancários de Santos e Região e os funcionários do Banco do Brasil (BB) buscam negociar e continuam pressionando o banco contra os descomissionamentos ocorridos nas agências Estilo Embaré e Porto, em Santos. Nesta quinta-feira, 14, segundo dia consecutivo de paralisações, representantes do BB chegaram a indicar que retomariam as negociações com a categoria, mas recuaram ao longo do dia.

 

“Os bancários e bancárias estão mobilizados e as duas unidades Estilo, onde houve descomissionamentos, ficaram paralisadas desde ontem (quarta, 13). Seguiremos lutando e tomando as medidas cabíveis”, comentou o secretário geral do Sindicato e bancário do BB, Ricardo Saraiva Big. A Estilo Embaré fica na Av. Almirante Cochrane (Canal 5), 47, esquina com Avenida Epitácio Pessoa, e a Estilo Porto fica na Praça José Bonifácio, no Centro.

 

Nesta quinta, 14, os gerentes gerais foram até suas respectivas agências, acompanhados de advogados do banco e cartorários, para se reunir com os funcionários.

 

“Intermediamos a conversa, deixando clara nossa intenção de negociar pela recolocação dos descomissionados. Inicialmente, os representantes do BB se comprometeram a definir uma data para apresentar ao sindicato soluções, envolvendo a Superintendência Estadual, para recolocações. Porém, algum tempo depois, gestores do BB em Brasília nos contataram recuando. Por isso as Estilo continuam fechadas hoje (quinta, 14)”, explicou a presidente do Sindicato, e bancária do BB, Eneida Koury.

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome

 

Avaliações

Além da intransigência do banco em relação à recolocação dos três gerentes que tiveram as comissões retiradas de forma injusta, o Sindicato também está atento à questão dos ciclos avaliatórios, “para que não sejam utilizados de forma irregular e como instrumento de ameaça aos trabalhadores. Criticamos o uso unilateral de uma avaliação, que envolve várias pessoas, como critério para o descomissionamentos”, ressaltou o dirigente sindical e funcionário do BB, André Vasconcelos.

 

A avaliação, chamada de “360º”, inclui autoavaliação e avaliações feitas pelo colega direto de trabalho e pelo gestor da unidade. Entretanto, o BB tem utilizado só a avaliação do gerente geral, em um dos subitens, como razão para descomissionar. Até recentemente, o processo para o descomissionamento envolvia a média de três ciclos avaliatórios.

 

 

Saiba mais sobre os descomissionamentos:

 

Contra descomissionamentos, Sindicato volta a fechar agências Estilo do BB

Reunião entre BB e Sindicato termina em impasse

Sindicato paralisa duas agências do BB contra descomissionamentos

Bancários ampliam paralisação no BB contra descomissionamentos

Fonte Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!