Saúde

Bolsonaro libera mais 57 agrotóxicos; total de registros em 2019 chega a 439

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Bolsonaro libera mais 57 agrotóxicos; total de registros em 2019 chega a 439Le Monde

O Ministério da Agricultura publicou hoje no Diário Oficial da União a autorização do registro de mais 57 agrotóxicos. Em 2019, já são 439 novos produtos liberados

Do total liberado hoje, 55 são produtos genéricos, ou seja, com base em ingredientes ativos que já estavam presentes em outros produtos existentes no mercado. De acordo com a pasta, o objetivo da aprovação de produtos genéricos é aumentar a concorrência no mercado e diminuir o preço dos defensivos, o que faz cair o custo de produção.

 

>> Conheça o Livres - Rede de Produtos do Bem - Baixada Santista

 

Entre as novidades, está um defensivo agrícola biológico à base da vespa Telenomus podisi, que poderá ser usado na agricultura para combater o percevejo marrom, praga da cultura de soja.

 

"Atualmente, o percevejo marrom é uma praga de grande importância na cultura da soja, que só contava com opções químicas para o seu controle. Esta vespa parasita ovos do percevejo marrom favorecendo uma diminuição populacional da praga e aumentando o número de inimigos naturais no campo", explicou, em nota, o coordenador de Agrotóxicos e Afins do Ministério da Agricultura, Carlos Venâncio.

 

>> Liberação de veneno é a maior da história do país

 

Outro produto anunciado é um de baixa toxicidade formulado à base de óleo de casca de laranja, que poderá ser usado para combater o pulgão em pequenas culturas como alface, agrião, brócolis, couve, couve-flor, espinafre, repolho e rúcula.

 

Entre os defensivos genéricos que tiveram o registro publicado hoje, 12 são produtos biológicos ou orgânicos, que podem ser usados tanto na agricultura orgânica quanto na tradicional, segundo o ministério.

 

>> Cadastre-se no whats do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e nome

Fonte UOL - Meio Ambiente - 27/11
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!