Santander

Bancária demitida durante licença médica é reintegrada

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancária demitida durante licença médica é reintegrada

A demissão ocorreu irregularmente já que a trabalhadora estava afastada pelo INSS (código 91) e com atestado de saúde ocupacional inapto.

# Não fique só, Fique Sócio

 

Esta foi a segunda reintegração em menos de um mês de bancário (a) demitido (a) injustamente pelo banco espanhol – Uma bancária da Paraíba que foi dispensada durante tratamento médico foi reintegrada ao banco Santander nesta segunda-feira (17). A decisão foi da Juíza da 11ª Vara do Trabalho de João Pessoa (TRT13), Drª Herminegilda Leite Machado.

 

# Fiscalização autua Santander em R$ 5,3 milhões por descumprir leis trabalhistas

 

A Juíza entendeu que houve ilegalidade no desligamento, porque o afastamento previdenciário suspende o contrato de trabalho, inclusive com estabilidade de um ano. Sustenta, em síntese, que a demissão ocorreu irregularmente já que em gozo de benefício previdenciário espécie 91 e atestado de saúde ocupacional inapto, a bancária jamais poderia ter sido desligada do banco espanhol, que lucra fábulas às custas da exploração da categoria profissional. Esta foi mais uma vitória da bancária, dos trabalhadores em geral e do movimento sindical.

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome.

Fonte Seeb Paraíba
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!