Santander: Justiça condena banco por LER em bancário

O Santander foi condenado a pagar indenização por danos morais a um funcionário vítima de LER/Dort enquanto desenvolvia atividades na empresa, na Paraíba.

A decisão levou em conta exames e atestados médicos, solicitados após o trabalhador sentir fortes e constantes dores em seus membros superiores. A perícia judicial constatou as doenças ocupacionais.

Com isso, foi determinada indenização de R$ 150 mil e pensão mensal de R$ 3.072,24, garantindo também a integração de todos os aumentos concedidos à categoria no curso do benefício, bem como gratificações semestrais, natalinas e PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

O banco ainda foi condenado ao pagamento do plano de saúde e a arcar com todos os medicamentos e tratamentos necessários para as doenças profissionais adquiridas pelo trabalhador.

A decisão foi proferida pelo juiz titular da 5º Vara do Trabalho de João Pessoa, Paulo Henrique Tavares da Silva, e ainda é passível de recurso

Fonte Seebsp com Contraf
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!