Caixa Econômica Federal

Reestruturação: entidades cobram respeito aos direitos dos empregados

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Reestruturação: entidades cobram respeito aos direitos dos empregadosTânia Rêgo

Anúncio de novas medidas gerou clima de insegurança entre os trabalhadores

Uma nova reestruturação na rede da Caixa Econômica Federal foi anunciada pela direção da empresa nesta quarta-feira, 22. Pela proposta, haverá redução na quantidade das atuais superintendências regionais e a criação de outras instâncias de decisão no banco, como as superintendências executivas na rede. Para as entidades representativas dos empregados do banco, é lamentável que, mais uma vez, a empresa adote medidas que mexem com a vida funcional dos trabalhadores sem discussão com os trabalhadores ou com as representações deles.

 

A indefinição provocada por medidas de reestruturações sem qualquer debate com os trabalhadores está gerando um clima de medo e insegurança no ambiente de trabalho, acarretando muitas dúvidas entre todos os bancários das áreas afetadas.

 

A Caixa tem que ser mais transparente, informando sobre os impactos que essas mudanças terão na vida de cada trabalhador, além de garantir que os direitos dos empregados sejam respeitados.

 

Outra preocupação do movimento sindical é que a reestruturação sinaliza para clara mudança no perfil do banco com foco nos negócios. Avalia-se que as cobranças por metas aumentarão e, consequentemente, o assédio moral. A empresa precisa dar estrutura para os empregados fazerem bem o seu trabalho e isso não acontece hoje. A contratação de mais empregados é uma das medidas necessárias, por exemplo.

 

Por trás da reestruturação, na avaliação das representações dos trabalhadores, está a intenção de transformar a Caixa numa empresa voltada para as práticas de mercado, que privilegia o público de alta renda. O movimento sindical defende um banco focado no desenvolvimento do país, que conceda crédito para casa própria, para educação e tantas outras políticas públicas, que são essenciais para o país.

Fonte Fenae
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!