INSS

Previdência: país terá mais idosos miseráveis

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Previdência: país terá mais idosos miseráveis

A proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro prevê que os idosos que comprovarem estar em situação de "miserabilidade" recebam um benefício de apenas R$ 400, valor abaixo do salário mínimo vigente no país

A reforma da Previdência pode levar mais idosos para a miséria. De acordo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), sem a Previdência, a pobreza poderá atingir 70% da população idosa. Atualmente, cerca de 2% a 3% dos mais velhos são considerados pobres.

 

A proposta do governo Bolsonaro é um ataque ao sistema de proteção social, fundamental para combater a desigualdade. No Brasil, o sistema de seguridade social é composto pelo BPC (Benefício da Prestação Continuada), que beneficia idosos pobres e pessoa com deficiência, previdências urbana e rural, SUS (Sistema Único de Saúde) e seguro desemprego.

 

Quer dizer, caso passe, as mudanças das regras de aposentadoria atingirão 5 milhões de pessoas que recebem pelo BPC e mais 20 milhões de aposentados assistidos pela Previdência urbana e outros 10 milhões atendidos pela rural.

 

Além de prejudicar mais de 70% dos brasileiros que só têm o SUS como assistência à saúde e os cerca de sete milhões de trabalhadores beneficiados pelo seguro desemprego.

 

Leia Mais: Bancários recolhem assinaturas contra a Reforma da Previdência

Escrito por: Imprensa SEEB Bahia
Fonte Sindicato dos Bancários da Bahia
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!