Precarização

Governo não valoriza educação. Só retira verbas!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Governo não valoriza educação. Só retira verbas!

"A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida." Sêneca

A partir dos 14 anos, o jovem já pode trabalhar se for na modalidade Jovem Aprendiz. No entanto, 35% das pessoas nessa faixa etária ainda não conseguiram completar o ensino fundamental, é o que aponta levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).

 

O ensino fundamental é a segunda etapa da educação básica. Dura nove anos para ser concluído e é voltado para a população entre 6 e 14 anos. Norte e Nordeste apresentam taxas de baixa escolaridade, maior do que a média nacional, 44,1% e 38,7%, respectivamente. No Sudeste, o índice é de 29,2%, Centro-Oeste, 33,5% e Sul, 34%. Os dados ainda apontam que apenas 48% dos brasileiros acima de 14 anos no primeiro trimestre de 2019 concluíram ao menos o ensino médio.

 

Os números são preocupantes e o governo até agora não apresentou nenhuma pauta eficaz para resolver o problema. Pelo contrário. Cortou verbas da educação, o que agrava ainda mais a situação.

 

Para se ter ideia, no Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) os cortes chegaram a 47%, de acordo a Secretaria de Orçamento Federal. Isso sem falar na educação básica. A medida compromete o transporte, materiais didáticos e até a construção de creches. Por isso, 30 de maio, será mais um Dia Nacional de Luta Pela Educação.

 

Leia Também: 15 mil marcham pela Educação rumo à Greve Geral em Santos/SP

Escrito por: Imprensa SEEB Bahia
Fonte Com informações Sindicato dos Bancários da Bahia
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!