Economia brasileira corta mais de 100 mil empregos formais em janeiro

A economia brasileira fechou 101.748 postos de trabalho com carteira assinada em janeiro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Foi a primeira vez desde 1999 que o país teve corte líquido de emprego formal em um mês de janeiro. Na época, haviam sido demitidos 41.211 trabalhadores com carteira assinada. A série histórico com a atual metodologia do levantamento se iniciou em 1999. Em janeiro deste ano completou-se o terceiro mês seguido de redução no número de vagas formais no país. Já por efeito da crise, novembro mostrou corte líquido de 40,82 mil vagas, algo incomum para o mês. Dezembro apontou perda de 654,9 mil vagas, o dobro da média histórica para o período. Em janeiro do ano passado a situação era oposta: houve geração líquida de 142.921 vagas. O setor que mais desempregou no mês passado foi a indústria de transformação, com 55,1 mil cortes. Em seguida vêm o comércio, com 50,8 mil demissões, e a agricultura, com 12,1 mil empregos formais a menos. Construção civil gera empregos O segmento de construção civil, ao contrário, teve geração líquida positiva de 11,32 mil vagas em janeiro. Mesmo assim, o aumento está em ritmo bem abaixo do verificado no mesmo mês do ano passado, quando foram criados 38,6 mil postos. O setor de serviços também ampliou as contratações, com mais 2,45 mil empregados, assim como a administração pública, com mais 2,23 mil vagas. "O comportamento desfavorável do emprego em janeiro, além de refletir a influência de fatores sazonais, assinala a continuidade dos desdobramentos da crise internacional", destacou o ministério em comunicado.

Fonte U
Postado por em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!