Se Liga

Bancários recusam trabalho aos sábados previsto em Medida Provisória

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários recusam trabalho aos sábados previsto em Medida ProvisóriaFernando Diegues

Texto libera serviço no fim de semana, mas acordos coletivos em vigor impedem a prática

O texto da Medida Provisória da Liberdade Econômica, aprovado recentemente no Senado, permite que os bancos abram aos sábados. E o assunto tem rendido polêmica já que, segundo os bancários, essa convocação fere acordos coletivos.

 

Segundo a presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, Eneida Koury, a categoria não aceitará perder esse benefício. “Ele é uma conquista de longa data e faz parte do nosso acordo coletivo. Ali conta que os bancários não trabalham aos sábados, domingos e feriados”.

 

O acordo coletivo atual acaba em 2020. A data-base é setembro, quando começam as campanhas salarial e de benefícios. Até lá, segundo Eneida, a ideia é que os bancários estejam cada vez mais unidos.

 

“Precisamos nos mobilizar e ter forças para garantir nossos direitos novamente, por mais um ou dois anos. Em 2018, fizeram acordo bianual, que vale para dois anos”.

 

Hoje, os bancários contam com o sábado como uma folga remunerada. “O que temos está precarizado e as novidades não trazem o menor benefício ao trabalhador”, dispara Eneida.

 

A lei

 

De acordo com a advogada especialista em Direito Processual Civil Cynthia Imano Vicente Ribeiro, os trabalhos aos sábados se estenderiam para os bancos e é preciso ter atenção com relação à categoria.

 

A MP da Liberdade Econômica tem como premissa facilitar a abertura de novos negócios e flexibilizar regras para focar em produtividade.

 

Para a especialista, se os bancos passarem a abrir as portas aos sábados, é necessário que sejam colocados mais funcionários.

 

“Haveria aumento na procura por esse serviço e isso poderia impactar na qualidade do atendimento ao público, ampliando ainda mais o volume de reclamações e possíveis pedidos de danos morais por parte dos usuários”.

 

Para o também advogado Eduardo Ribeiro dos Santos, limitar alguns serviços de atendimento aos sábados poderia ser uma saída. “De uma forma geral, é uma maneira de estimular a economia e atender a um público que não tem disponibilidade durante a semana, mas é uma demanda maior”.

 

>> Convenção Coletiva de Trabalho garante: Bancários não trabalham aos sábados

Escrito por: Nathália de Alcântara
Fonte A Tribuna
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!