Se Liga

Atenção ao Estatuto da Cabesp sobre perda de elegibilidade

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Atenção ao Estatuto da Cabesp sobre perda de elegibilidade

Associados da Cabesp devem ficar atentos ao Estatuto da Cabesp para não passar por transtornos e chateações. Essa é a conclusão depois de analisar um caso ocorrido há pouco com a banespiana Lelia Maria Scolaro Stasievski, que teve um valor alto descontado de sua conta corrente por conta de um descompasso administrativo da caixa beneficente.

 

# Conheça as regras para não ser excluído da Cabesp

 

Tudo começou quando a filha da associada, que recentemente tinha completado 24 anos, passou por consulta pela Assistência Direta sem não ter mais cobertura, o que configurou uso indevido do plano.

 

O fato é que a Cabesp ao invés mandar comunicado do vencimento da elegibilidade da dependente e oferecer outro plano com antecedência, só o fez depois de 20 dias do encerramento do prazo.

 

Segundo a Resolução 289 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que dispõe sobre a portabilidade de carências a beneficiários de planos privados de assistência à saúde, a operadora deve comunicar a data final do período de uso do plano no mês anterior ao seu término, por qualquer meio que assegure a sua ciência.

 

A ideia é que o beneficiário tenha tempo para definir sobre a portabilidade – que neste caso é feita para o Cabesp Família – e evita que fique sem cobertura.

 

Lelia buscou seus direitos. Começou pela ouvidoria da Caixa Beneficente e, posteriormente, quando percebeu que a queixa não teria a resposta desejada, fez uma denúncia na ANS.

 

Sendo assim, a falta de comunicação promoveu prejuízo emocional e financeiro para a banespiana, bem como para a própria Cabesp, que teve que estornar em dobro o valor cobrado equivocadamente, além de responder a notificação emitida pela agência reguladora.

 

# Escutou demissão no Santander, procure imediatamente o Sindicato

 

“O entendimento da Cabesp é de que a data de vencimento do convênio estava impressa na carteirinha. Mas a que utilizamos é da Unimed e não estava vencida, além de não ter recebido carta informando sobre o vencimento”, explica Lelia, que conclui: “se o procedimento atual seguisse o formato de 2014 (ano da portabilidade da minha filha mais velha) não teríamos – eu e a Cabesp – passado por todo esse desgaste”, conclui a banespiana.

 

Para o diretor da Afubesp, Wagner Cabanal, o não envio de comunicado pode ter como motivo a redução de quadro de funcionários da Cabesp, que também causou diminuição do horário de funcionamento da Central de Atendimento (das 10h às 16h). Isso reflete ainda na demora dos reembolsos/subsídios.

 

“É preciso voltar como era antes. Queremos que o atendimento volte ao horário comercial (das 7h às 19h), mais agilidade nos reembolsos e na solução das demandas dos associados”.

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome.

Fonte: Afubesp
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!