Greve Geral

Trabalhadores pressionam e presidente da Caixa recua na retaliação à greve

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Trabalhadores pressionam e presidente da Caixa recua na retaliação à greveFabiano Couto

Em Feirão da Casa Própria, movimento sindical questionou Gilberto Occhi sobre desconto na remuneração dos empregados que aderiram à greve geral. Ele afirmou que vai ordenar a reversão da medida

O movimento sindical realizou um ato de protesto no Feirão da Casa Própria, que teve início na sexta-feira 26. Em reunião com os empregados no stand da Caixa, que reduziu bastante nesta edição, os dirigentes sindicais questionaram o presidente do banco, Gilberto Occhi, sobre o desconto na remuneração dos bancários que aderiram à greve geral do dia 28 de abril. Após a cobrança dos trabalhadores, Occhi alegou que o desconto não foi autorizado por ele e que vai ordenar a sua reversão.

 

Os trabalhadores explicaram para o Occhi que o tema já está em mesa de negociação e que a Caixa manifestou disposição para negociar os dias 15 de março e 28 de abril. Foi deixado claro que, para negociar, de início é necessário reverter os reflexos na carreira desta classificação de falta injustificada e reverter o desconto de três dias na remuneração dos empregados. Greve é um direito constitucional e os trabalhadores não podem ser punidos. O movimento sindical vai cobrar que Occhi honre sua palavra.

 

Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome

Fonte: Com informações do Seeb SP
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!