Reforma da Previdência

Reforma da Previdência: uma das formas mais brutais exclusão social no país

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Reforma da Previdência: uma das formas mais brutais exclusão social no paísFabiano M. Couto

Com a proposta da reforma da Previdência, o governo Temer diz, que a população tem de receber menos. "Os rentistas, não. Para eles eu garanto."

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC)287, sobre a Previdência, é, talvez, "uma das reformas de maior exclusão social no Brasil", avalia o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio. Para ele, o dia nacional de paralisações (15 de março), ajuda a fazer o contraponto à propaganda do governo e ajuda a população a entender o que representa "o ataque a seus direitos".

"O projeto é extremamente severo, retarda o acesso à aposentadoria, exclui milhões. Retarda, exclui e arrocha", resume Clemente. "As pessoas começam a entender a gravidade desse projeto." Já a reforma trabalhista, acrescenta, tem impacto ainda maior: "Afeta a organização econômica de toda a sociedade brasileira".

Para o diretor técnico do Dieese, com a proposta da Previdência, o governo diz, em síntese, que a população tem de receber menos. "Os rentistas, não. Para eles eu garanto."

"A sociedade não escolheu essa reforma", disse Clemente, apontando falta de debate público sobre o tema. "Temos de mostrar a nossa indignação. Queremos discutir a receita da Previdência."

Leia Mais: Bancários acampam no jardim da praia contra o desmonte da Previdência

Fonte: Rede Brasil Atual
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!