Reforma da Previdência

Bancários acampam no jardim da praia contra o desmonte da Previdência

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários acampam no jardim da praia contra o desmonte da PrevidênciaFernando Diegues

A Intersindical e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, além de integrantes de vários sindicatos e associações, montaram acampamento, dia15/3, no posto 4, na praia do Gonzaga, depois de participarem da paralisação da Refinaria de Petróleo Presidente Bernardes, em Cubatão, da manifestação do servidores da justiça estadual, nas escadarias do Fórum e do ato na Pça. Mauá

Como parte do calendário de luta da Frente Sindical Classista da Baixada Santista contra o Desmonte da Previdência e a “Reforma Trabalhista” pretendida pelo governo ilegítimo de Temer, a Intersindical Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, em conjunto com integrantes de vários sindicatos e associações de trabalhadores, montaram acampamento, dia 15/3, no posto 4, no Gonzaga, em Santos/SP, para pedir que os deputados federais da região João Paulo Tavares Papa, Beto Mansur e Marcelo Squassoni não aprovem o Desmonte da Previdência que acaba com a aposentadoria dos trabalhadores.

Foram armadas nove barracas (sendo uma para simular o tempo para aposentadoria dos trabalhadores caso aprovem 49 anos de contribuição), utilizados equipamento de som, 3  faixas, cartazes e 4 banners para chamar a atenção da população. O acampamento teve início às 14h e término às 22h, depois de uma assembleia que deliberou a continuidade do movimento na Pça. Mauá, em frente da Prefeitura de Santos, dia 16/3.

Este brutal ataque aos direitos de quem trabalha tem o objetivo de jogar a conta da crise para os trabalhadores e alimentar os lucros das empresas, além de desviar o dinheiro da Previdência para pagamento da dívida pública aos bancos. “O governo manipula o deficit no INSS, o rombo é fictício. Os únicos que serão beneficiados pelo desmonte da Previdência são os empresários, banqueiros e grandes ruralistas”, diz Eneida Koury, presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região.

Na manhã do dia 15 teve paralisação da Refinaria Presidente Bernardes

A Intersindical e a diretoria do Sindicato também participaram da paralisação, junto com o Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista, da Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão desde às 6h, em Cubatão, dia 15/3. Às 10h da manifestação dos servidores do judicial estadual nas escadarias do Fórum, às 12h do Ato na Pça. Mauá.

 

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Comunicação do SEEB de Santos e Região
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias
Atualizado em: 16 de março de 2017

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!