Justiça

Bradesco terá que reintegrar bancária demitida quando estava doente

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bradesco terá que reintegrar bancária demitida quando estava doente

Justiça determina reintegração imediata na agência de origem, com todas as vantagens e direitos e o pagamento dos salários vencidos.

Na sexta-feira (19), o Juiz Normando Salomão Leitão, da 7ª Vara do Trabalho, do Tribunal Regional do Trabalho da 13° Região, sentenciou o Bradesco a reintegrar imediatamente a bancária Clara Emília de Lima, na sua agência de origem, em João Pessoa.

A bancária foi demitida em 4 de fevereiro de 2017, onde passava por um tratamento de saúde, decorrente de doença ocupacional, com cirurgia marcada. Segundo a reclamação trabalhista, a atitude do banco foi uma demonstração de descarte do empregado, assim como uma retaliação à possibilidade de uma continuação do seu tratamento de saúde e restabelecimento físico.

A reintegração de uma bancária, afastada quando estava em tratamento médico, representa mais uma vitória dos trabalhadores ante à insensibilidade patronal.

Mais uma vez, a Justiça acatou os argumentos da representação da funcionária lesionada, restituindo o posto de trabalho à bancária demitida injustamente, com todas as vantagens e direitos decorrentes do cargo, inclusive a manutenção do plano de saúde, com o pagamento dos salários vencidos, até a decisão de mérito da demanda.

# Bradesco deixa trabalhadores adoecidos passando necessidade

Fonte: Seeb/PB
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!