Precarização

Bancários vão à Justiça para cancelar reajustes no Saúde Caixa

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários vão à Justiça para cancelar reajustes no Saúde CaixaFernando Diegues

O acordo coletivo obriga o banco a negociar com os empregados mudanças no plano de saúde.

Representantes dos funcionários ingressaram, nesta sexta-feira (27), com uma ação judicial para cancelar os reajustes no Saúde Caixa, anunciados pela Caixa Econômica Federal. Em comunicado enviado aos trabalhadores no final da tarde desta quinta, o banco informou que, em 1º de fevereiro, o valor das mensalidades passará de 2% para 3,46% da remuneração base, que o percentual de coparticipação subirá de 20% para 30% e que o limite de coparticipação anual passará de R$ 2.400 para R$ 4.209,05.

A decisão foi tomada sem qualquer debate com a categoria. É assim que essa gestão liderada por Gilberto Occhi tem agido. Trata-se também de um desrespeito ao acordo coletivo e a todas as instâncias de negociação, como a CEE/Caixa, o GT Saúde Caixa e o Conselho de Usuários do nosso plano de saúde. É uma arbitrariedade, contra a qual as entidades e os trabalhadores não vão se calar. Recorrer à Justiça foi apenas o primeiro passo.

O acordo coletivo obriga o banco a negociar com os empregados mudanças no plano de saúde. Os empregados, que têm pago mais que os 30% do custeio, querem melhorias. Além de querer economizar com a redução do quadro de bancários, com descomissionamentos e fechamento de agências, a Caixa quer agora cortar do Saúde Caixa.

Diferentemente do que a direção do banco afirma, as projeções atuariais indicam que pelo menos os exercícios de 2017 e 2018 do Saúde Caixa serão superavitários. Na reunião do Conselho de Usuários desta quinta-feira (26), o assunto reajuste sequer foi tratado. O relatório financeiro de 2016, apresentado neste mesmo encontro, apontam superávit da ordem de R$ 66 milhões. No acumulado dos exercícios anteriores, são quase R$ 700 milhões.

Fonte: Fenae com Contraf
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!