Terceirização

Veja como o PL 4330 diminui salário, aumenta a jornada e desemprega o trabalhador

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Veja como o PL 4330 diminui salário, aumenta a jornada e desemprega o trabalhador

De acordo com, um estudo de 2011, do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), quem trabalha em firmas terceirizadas recebe salário 27% menor que o contratado direto; Tem jornada semanal de 3 horas a mais; Permanece 2,6 anos a menos no emprego do que um trabalhador contratado diretamente;  A rotatividade é maior – 44,9% entre os terceirizados, contra 22% dos diretamente contratados; A cada 10 acidentes de trabalho, oito acontecem entre os trabalhadores terceirizados.
 
Terceirização aniquila literalmente o trabalhador
Ainda segundo o Dieese, o número de óbitos no local de ofício é cinco vezes maior do que entre os contratados diretos, nos setores petrolífero e elétrico.
 
Intersindical puxa paralisações
A Intersindical participou de todas as passeatas, mobilizações e paralisações desde o início em junho de 2013. Como aconteceu em 11 de julho na 1ª paralisação da Baixada Santista, os militantes da Intersindical foram decisivos na paralisação do Dia 30 de agosto. Não se intimidaram com a pressão da polícia militar e seguraram a paralisação das 5h às 10h na entrada de Santos e na Divisa Santos/S.Vicente, para não enfraquecer o movimento, mesmo contrariando parte dos sindicalistas de outras centrais que se retiraram uma hora antes.

Fonte Imprensa SEEB Santos e Região
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!