Precarização

Trabalho intermitente paga menos do que o mínimo

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Trabalho intermitente paga menos do que o mínimo

O contrato de trabalho intermitente, previsto na reforma trabalhista, ao contrário do que prometeu o governo Temer, não criou milhões de empregos. Muito pelo contrário, legalizou a precarização e a informalidade no mercado de trabalho

Em média, o trabalho intermitente dura cerca de três meses. De acordo com o Dieese, ao final de 2018, a remuneração ficou em torno de R$ 763,00, quase R$ 200,00 abaixo do salário mínimo vigente à época, de R$ 954,00. A falta de segurança financeira, atrelada ao valor baixo, o empregado fica impossibilitado de contribuir para a Previdência, tornando a aposentadoria ainda mais distante.

 

>> Siga o Sindicato no Twitter

 

O trabalho intermitente, aprovado por lei em 2017, é um tipo de vínculo formal em que o trabalhador fica à disposição da empresa, aguardando, sem remuneração, ser chamado.


A modalidade não trouxe nada de positivo. Um em cada 10 trabalhadores com esse tipo de contrato não teve nenhuma atividade laboral durante o ano. Ou seja, nada de salário.

 

>> Cadastre-se no Whats do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome

Fonte Sindicato dos Bancários da Bahia - 17/01/2020
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!