Se Liga

Trabalhadores obtêm vitória na Justiça em defesa dos planos de saúde de autogestão

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Trabalhadores obtêm vitória na Justiça em defesa dos planos de saúde de autogestão

Os funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) conseguiram decisão favorável, suspendendo as disposições restritivas da CGPAR 23 contra as autogestões

Mais uma categoria obtém na Justiça vitória contra resolução CGPAR 23, que impõe uma série de limitações nos benefícios de assistência médica, prejudicando os usuários de planos de saúde de autogestão. Desta vez, foram os empregados do BNDES que conseguiram decisão favorável, suspendendo as disposições restritivas da CGPAR 23 contra as autogestões, como é caso do plano de saúde administrado pela Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES – FAPES.

 

“Essa decisão repercute a original, concedida aos empregados do Banco do Brasil, além de outras. Ela garante aos empregados na ativa, aos assistidos e aos pensionistas a manutenção do plano de saúde tal como existe hoje”, afirma o ex-presidente e atual diretor Institucional da APA-FAPES BNDES, Luiz Borges.

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome

Fonte ANAPAR - Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!