Saúde

Sintomas frequentes da depressão no trabalho

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Sintomas frequentes da depressão no trabalho

O artigo de hoje irá discorrer a respeito de várias informações sobre a depressão, mas o principal objetivo aqui é que você entenda que a depressão é um assunto que deve ser levado a sério em todos os âmbitos da vida.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a depressão é um transtorno mental que pode ser identificado por características como mudanças no humor, oscilações entre sentimentos de culpa e baixa autoestima, perda de interesse em realizar atividades cotidianas que antes eram prazerosas, perda de prazer e distúrbios do sono ou de apetite.

 

Quais são as possíveis causas

 

Não há um gatilho único que possa causar depressão, sendo ocasionada por diversos fatores biológicos e psicológicos, sendo que a síndrome pode ser até mesmo de ordem hereditária. No entanto, sabe-se que ela se inicia com um episódio de grande estresse, porém, mesmo depois da resolução do problema, o enfermo continua sentindo os sintomas.

 

# Não fique só, Fique Sócio

 

No Brasil, a depressão no trabalho tem sido um problema bastante sério. De acordo com dados do Ministério do Trabalho, apenas em 2013, mais de 61 mil pessoas tiveram que se afastar do seu ofício e recorrer ao auxílio-doença por serem diagnosticados com estágios avançados da doença.

 

Dados preocupantes

 

Novamente de acordo com a Organização Mundial da Saúde a depressão é a principal causa de doenças e deficiências no mundo inteiro. Atualmente há mais de 300 milhões de pessoas que vivem com a patologia.

 

Outro problema que a entidade aponta é o não reconhecimento da depressão como doença. Segundo os dados, essa falha que poderá causar um prejuízo de, aproximadamente, US$ 1 trilhão, pois as pessoas produzirão menos ou simplesmente deixarão de trabalhar.

 

Sinais mais comuns de depressão

 

Fique atento se alguém próximo a você demonstrar um dos sintomas abaixo com frequência. Se você é íntimo dessa pessoa é essencial que você se mostre preocupado e indique que ele busque ajuda profissional. Porém, se você não é próximo, demonstre que está ao lado da pessoa por meio de ações e palavras gentis. Confira alguns dos sinais mais comuns de uma pessoa com depressão:

 

Baixo astral ou tristeza;

 

Perda de interesse em atividades cotidianas;

 

Problemas para dormir ou insônia;

 

Mudança de peso e apetite;

 

Dificuldade em planejar atividades diárias;

 

Dificuldade de concentração;

 

Indecisão;

 

Esquecimento.

 

Esses sintomas são mais frequentes do que se pode imaginar. E, apesar de tudo, muitos preferem não se afastar do emprego, já que os sintomas cognitivos são mais fáceis de esconder. Caso você tenha dúvidas sobre alguns desses sintomas, procure uma ajuda médica para que se tenha o diagnóstico e tratamento corretos.

 

As características escondidas

 

É importante lembrar que nem somente as pessoas que apresentam alguns dos sintomas acima com frequência que sofrem de depressão. É possível que indivíduos que não demonstram tristeza aparente também tenham a doença. Conheça alguns casos de famosos:

 

O ex-nadador e maior medalhista olímpico Michael Phelps revelou ter sofrido depressão chegando a pensar até em suicídio. Segundo ele, uma das piores fases da doença aconteceu após ganhar 6 medalhas nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

 

A cantora e atriz Barbra Streisand também já revelou ter sofrido com transtornos mentais. O caso dela se manifestava como síndrome do pânico.

 

o ator Jim Carrey é conhecido principalmente por seus papéis de comédia, porém ele já afirmou ter sofrido com depressão e ter tomada o remédio Prozac como parte do tratamento.

 

Outro comediante famoso é Robin Williams que, apesar de fazer muitas pessoas sorrirem, ele sofreu com décadas de depressão ocasionando seu suicídio em 2014.

 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a depressão já pode ficar mais atento às pessoas que convivem ao seu redor. Além disso, pode prestar mais atenção a você mesmo, afinal ninguém está imune a essa doença. Cuidar-se é essencial e não egoísta!

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome.

Fonte IBC
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!