Portas giratórias

Sindicato luta e reinstala porta giratória no Santander de Santos e Guarujá

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Sindicato luta e reinstala porta giratória no Santander de Santos e Guarujá

Depois do Guarujá no início do mês, agora foi a vez da reinstalação das portas giratórias da unidade Boqueirão, em Santos/SP. Tudo depois de paralisação, denúncias e reunião com os representantes do banco

Depois de paralisações, denúncia ao Ministério Público, para o Cidoc/Santos, Prefeitura de Guarujá e Santos, o Sindicato dos Bancários de Santos e Região conseguiu a reinstalação das portas giratórias das agências Guarujá/SP (Centro) e Santos/SP (Boqueirão).

 

Entenda a mobilização

A diretoria do Sindicato paralisou, dia 7/5, as agências do Santander Boqueirão/Santos e Centro/Guarujá por retirada de portas giratórias e o novo projeto desumano e dissimulado do banco para abrir aos sábados. A Lei 168/95 obriga agências bancárias de Santos a ter PORTA GIRATÓRIA detectora de metais, circuito de tv, cabine blindada e alarme.

 

No Guarujá, a Lei 4225/2015 obriga a instalação de porta giratória nos mesmos moldes nos bancos. A Lei 7.430 da CLT garante: bancário não trabalha aos sábados! Em resposta, Eneida Koury, presidente do Sindicato, acionou o departamento jurídico que fez uma denúncia ao Ministério Público do Trabalho – MPT – e enviou ofício ao Banco e as Prefeituras para comunicar a ilegalidade cometida.

 

Projeto desumano

O projeto do Santander visa acabar com caixas humanos, desconstruir o organograma atual, retirar as portas giratórias. “Chamamos as estruturas de lojas – e não mais de agências – porque lá, apesar de não ser possível visualizar produtos, eles estão em prateleiras digitais”, disse Sergio Rial, presidente do Santander Brasil.

 

Reunião com superintendentes

A diretoria do Sindicato esteve reunida, em 10/5, com a superintendente de Relações Sindicais, Fabiana Ribeiro; a superintendente da regional Santos, Juliana Canaes; e o superintendente da regional Guarujá/Litoral Norte, Diego Neris, na sede do Sindicato para discutirem reivindicações dos funcionários, trabalho aos sábados e a questão de segurança com a retirada de portas giratórias. Na época, o Sindicato cobrou providências sobre a unificação de cargos sem demissões, recolocação de portas giratórias, fim do assédio moral (principalmente na agência Guarujá 0156) e viabilização do Ben Vale na Baixada Santista.

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte Comunicação do SEEB de Santos e Região
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!