Fora Temer!

Sexta é Dia Nacional de Lutas. Fora Temer!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Sexta é Dia Nacional de Lutas. Fora  Temer!Alexandre Maciel

Manifestação contra o governo Temer, dia 10/11, nesta sexta-feira, em São Paulo, concentração será na Praça. da Sé, às 9h30, com passeata até a Avenida Paulista. Um ônibus sairá do Sindicato dos Bancários de Santos e Região (Av. Washington Luiz, 140, Santos), pontualmente às 7h30. Os interessados em participar devem ligar para a secretaria (13) 3202.1670, as vagas são limitadas  

Dia 10 de novembro é Dia Nacional de Lutas! A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região participarão de manifestação em defesa dos direitos trabalhistas, da aposentadoria, do serviço e dos servidores públicos. Pelo fim do desemprego, do trabalho escravo e das privatizações, em São Paulo. A concentração será na Praça da Sé, às 9h30, e depois haverá passeata até a Avenida Paulista. Um ônibus sairá da porta do Sindicato (Av. Washington Luiz, 140, Santos), às 7h30. Os interessados em participar devem ligar para (13) 3202.1670, as vagas são limitadas.

 

Em reunião com dirigentes da Intersindical, das demais centrais sindicais e dos sindicatos de base, foi reforçado a unidade em torno de mobilizações programadas para esta sexta-feira em todas as regiões do Brasil.

 

Temer e a maioria do Congresso Nacional se mantêm no poder com o apoio da classe empresarial e do grande capital. E para beneficiar os bilionários atacam os direitos da classe trabalhadora, da classe média e da maioria da população. Perdoam dívidas de banqueiros, a liberação do trabalho escravo, a reforma que acaba com os direitos trabalhistas, o fim do investimento na educação e na saúde e a tentativa de acabar com a aposentadoria do povo.

 

O governo e o judiciário com ajuda da mídia estão entregando as riquezas do país. A privatização do petróleo, da energia elétrica e da infraestrutura só interessa ao capital financeiro internacional. Além de comprometer a soberania e o desenvolvimento nacional, as privatizações vão acarretar aumento dos preços da gasolina, energia elétrica, gás de cozinha, alimentação etc..

 

Pretendem acabar com a estabilidade do funcionalismo pra subordiná-los aos interesses do governante de plantão. Além de arrochar salários e aumentar contribuição previdenciária.

 

Ao invés de baixar os juros, mudar o câmbio e destinar menos dinheiro para os bancos, Temer e seus aliados atacam o serviço e os servidores públicos, aumentando a precarização do atendimento à população. Sem falar na escandalosa compra de apoios pra salvar o pescoço do “presidente” golpista. 

 

Chega de retrocessos!

Vamos parar o Brasil em defesa dos direitos, do serviço público e da soberania nacional; Revogação da deforma trabalhista; Emprego com direitos para todos/as; Defesa da Aposentadoria. Não ao desmonte da previdência! Serviço público e valorização dos servidores; Fim do trabalho escravo; Fim das privatizações. Em defesa da soberania! Moradia, saúde, educação, segurança, cultura e democracia!      

Fora Temer. Diretas já!

 

Escrito por: Gustavo Mesquita com informações da Intersindical
Fonte: Comunicação do SEEB de Santos e Região e Intersindical
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!