Saúde: O perigo por trás das dietas rígidas

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Saúde: O perigo por trás das dietas rígidas

Perder peso é um objetivo que muitas pessoas sonham em conquistar, mas atingir esta meta por meio de uma dieta muito rigorosa não é a melhor maneira de emagrecer com saúde. Perder peso é um objetivo que muitas pessoas sonham em conquistar, mas atingir esta meta através de uma dieta muito rigorosa não é a melhor maneira de emagrecer com saúde. Segundo especialistas, manter uma dieta com rígidas restrições calóricas pode prejudicar o bom funcionamento do seu organismo. Se levada ao extremo, uma dieta pode ser fatal, além de facilitar o desenvolvimento de doenças como bulimia e anorexia. O ideal é consultar um especialista antes de se aventurar nos regimes, já que cada pessoa é diferente e precisa de quantidades calóricas diárias específicas. Veja alguns dos riscos das dietas pouco calóricas: Metabolismo Uma dieta rígida leva à desaceleração do funcionamento do metabolismo, que é o conjunto das transformações químicas dentro de nosso corpo. Devido às alterações no funcionamento do metabolismo, as pessoas podem recuperar o peso perdido mais facilmente e em menos tempo. Isso já demonstra como não vale a pena colocar a saúde em risco. Taxa de açúcar A diminuição do consumo de carboidratos resulta em uma baixa na taxa de açúcar, que pode afetar o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso. Isso leva a pessoa a se sentir tonta, fraca, cansada, confusa e ansiosa. Perda de músculos Quando a energia do corpo é escassa, o organismo passa a consumir os estoques de gordura. Quando os estoques de gordura passam a ser insuficientes, o organismo consome o tecido muscular para obter energia. Anemia A anemia é causada pela falta de ferro no sangue, o que também diminui a quantidade de glóbulos vermelhos no sangue. Estas são responsáveis pela distribuição do oxigênio pelo corpo e por carregar o gás carbônico para os pulmões. Pessoas anêmicas podem se sentir constantemente cansadas e sofrer com palpitações cardíacas. Baixo nível de serotonina A serotonina é uma substância presente no cérebro responsável pelo humor. Os níveis da serotonina podem cair como resultado de uma dieta exagerada. A diminuição desse nível pode levar à depressão e outros graves problemas de saúde mental. Enfraquecimento do cabelo e unhas A deficiência de nutrientes leva ao enfraquecimento do cabelo e das unhas. O cabelo não apenas fica mais fraco, como passa também a cair. As unhas podem se tornar fracas e quebradiças. Osteoporose A falta do cálcio presente em produtos lácteos pode prejudicar a estrutura da massa óssea, o que deixa o osso mais sensível e sujeito a fraturas.

Fonte t
Postado por em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!