Se Liga

Número de usuários de internet cresceu 10 milhões em 1 ano

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Número de usuários de internet cresceu 10 milhões em 1 ano

Idosos representam o grupo que mais aumentou percentualmente entre os novos usuários da web. Celular lidera como principal meio de conexão à rede e uso de redes sociais é a principal finalidade de acesso.

O Brasil ganhou 10 milhões de novos internautas durante o ano de 2017, segundo dados do IBGE divulgados nesta quinta-feira (20). O levantamento foi feito no último trimestre do ano passado, mas só agora se tornou público, junto com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD).

 

No total, 126,4 milhões de brasileiros acessavam a internet regularmente, o que representava 69,8% de toda a população com mais de 10 anos de idade. A mesma pesquisa realizada em 2016 contabilizou 116,1 milhões de brasileiros conectados. De um ano para o outro, houve um crescimento de 9% nesse aspecto.

 

É interessante destacar que, desses 10 milhões de novos internautas, 2,3 milhões eram idosos que começaram a usar a rede mundial de computadores regularmente. Em 2016, 24,7% de todos os internautas brasileiros eram idosos e, em 2017, o número saltou para 31,1%. Essa foi a faixa etária que mais adicionou internautas na conta do IBGE.

 

Com o aumento da quantidade de pessoas conectadas à internet, aumentou também a quantidade de lares com pelo menos um dispositivo com acesso à rede. Em 2016, 69,3% das casas no país estavam conectadas dessa forma, enquanto em 2017, o percentual subiu para 74,9%.

 

O IBGE também apontou que a zona rural foi a que mais registrou crescimento nesse aspecto, saindo de 33,6% de casas conectadas para 41% em um ano. A zona urbana saiu de 75% para 80,1% no mesmo período.

 

Mensageiros e redes sociais dominam


Esse estudo também buscou descobrir para que as pessoas mais usam a rede. “Enviar ou receber mensagens de texto, voz ou imagens por aplicativos diferentes de e-mail” foi o item mais votado pelos entrevistados, chegando a um percentual de 95,5%.

 

Isso inclui principalmente mensageiros como o WhatsApp, mas também redes sociais como Facebook, Instagram e várias outras. Realizar chamadas de voz ou vídeo foi a segunda opção mais votada (83%), enquanto “Assistir a vídeos, filmes e séries” ficou em terceiro lugar (81%).

 

# Dicas para segurança nas redes sociais

Fonte Tecmundo, IBGE e G1
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!