Reunião

Negociação da mesa da Cassi debate governança e custeio

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Negociação da mesa da Cassi debate governança e custeio

Entidades representantes dos funcionários apresentam contraproposta de governança

A segunda rodada da mesa de negociação da Cassi com a entidades representativas dos funcionários e o Banco do Brasil, realizada na quarta-feira, 6, debateu a proposta de governança que o banco havia apresentado na última reunião.

 

Os trabalhadores apresentaram uma contraproposta com o modelo de estrutura de governança construído do Grupo de Trabalho (GT), constituído na Cassi em novembro de 2018. Eles esclareceram as dúvidas sobre a estrutura de governança, com a participação dos diretores eleitos da Cassi.

 

As entidades representativas reafirmaram a importância da área de saúde do trabalhador e os programas de saúde estarem nas diretorias eleitas, por estas áreas terem mais relação sensível com o corpo social, a rede própria e os conselhos de usuários.

 

Os debates vão continuar nas entidades sobre a parte da proposta do BB acerca do modelo decisório e formato das eleições.

 

O Banco do Brasil apresentou nesta reunião uma proposta de custeio para a base das discussões. A proposta passará por debates nas entidades, pois necessita de detalhamentos dos números para o melhor entendimento dos associados, bem como a elaboração de uma contraproposta sobre os diversos itens de custeio.

 

As entidades que compõe a mesa de negociação também estão analisando as sugestões de ajuste de redação no Estatuto, conforme proposta do BB e da diretoria da Cassi.

 

É necessário que cada tema que apareça para o debate com os funcionários seja mais claro e transparente. A proposta de estrutura de governança apresentada pelas entidades foi construída com muitos debates dentro do GT na Cassi e espera-se que seja aceita como modelo a ser implantado. Sobre o custeio, é preciso analisar as premissas apresentadas pelo banco, assim como os valores globais para que se possa discutir melhor uma proposta na mesa.

 

A próxima reunião está marcada para o dia 19 de fevereiro.

Fonte Com informações do Seeb SP
Postado por Fernando Diegues em Notícias
Atualizado em: 11 de fevereiro de 2019

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!