Banco do Brasil

Não à proposta que onera associados e transfere controle da Cassi para o BB

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Não à proposta que onera associados e transfere controle da Cassi para o BB

Banco do Brasil não restabeleceu mesa de negociações

O movimento sindical é contrário à decisão da diretoria e do Conselho Deliberativo da Caixa de Assistência aos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi), que aprovaram reforma estatutária e revisão do custeio que favorece ao banco e prejudica os associados.

 

O Conselho da Cassi encaminhou a proposta ao banco para levar à votação dos associados. O que foi aprovado só vale se mais de 50% dos associados votarem e 2/3 dos votantes aprovarem a proposta.

 

A Cassi não divulgou o que foi aprovado à revelia dos associados, mas o movoimento sindical teve conhecimento que os pontos principais são os seguintes:

 

- Criação do voto de minerva a favor do banco na Diretoria da Cassi;

- Banco pode vetar decisões do Conselho Deliberativo;

- Transferência para os indicados pelo banco grande parte da gestão da atividade-fim da Cassi, reduzindo a representação dos associados;

- Aumento definitivo da contribuição dos associados para 4%, mantendo as contribuições do banco em 4,5%, quebrando a relação 60x40 entre BB e associados;

- Estabelecimento de cobrança por dependente de ativos, com contrapartida do BB;

- Estabelecimento de cobrança por dependente de aposentados, sem contrapartida do BB;

- Novos funcionários do BB não serão inscritos no atual plano de saúde da Cassi;

- Futuros aposentados vão pagar a Cassi sozinhos, sem contribuição patronal.

 

Votaram a favor da proposta o diretor eleito Luiz Satoru e o conselheiro deliberativo eleito Sérgio Faraco, ambos indicados pelo banco. Foram contrários o diretor eleito Humberto Almeida e os conselheiros eleitos Karen D’Ávila e Ronaldo Ferreira.

 

O movimento sindical fará campanha contra a aprovação da proposta, que quebra a solidariedade, onera os associados e reduz as contribuições patronais, transfere o controle da Cassi para o banco, discrimina os aposentados e os novos funcionários, colocando o atual Plano de Associados em extinção.

 

O banco fugiu da mesa de negociação porque sabia que o movimento sindical não aceitaria estes absurdos.

Fonte Com informações do Seeb SP
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!