À custa da classe trabalhadora

Lucro do Itaú atinge R$ 6,2 bilhões no 3º trimestre

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Lucro do Itaú atinge R$ 6,2 bilhões no 3º trimestreFabiano M. Couto

lucro do trimestre foi impactado pela redução de 10,8% do custo do crédito e pelo aumento de 4% na receita de serviços no trimestre

O Itaú teve aumento do lucro no 3º trimestre, uma vez que menores despesas ligadas a calotes e maior receitas com tarifas compensaram com sobras uma nova redução das operações do crédito.

 

O maior banco privado do país anunciou nesta segunda-feira,30, que seu lucro recorrente do período somou R$ 6,254 bilhões, alta de 11,8% sobre um ano antes e de 1,4% na comparação seqüencial. Em termos líquidos, o lucro somou R$ 6,077 bilhões, alta de 1,05% sobre o trimestre imediatamente anterior e de 12,66% ano a ano.

 

A linha do balanço que mede os gastos do banco com perdas por empréstimos de má qualidade, chamada custo de crédito, foi de R$ 3,99 bilhões, valor 10,8% menor na base sequencial e 28,5% mais baixo que o registrado na mesma etapa de 2016. A despesa com provisão para calotes desabou 30,6% na comparação anual.

 

O índice de inadimplência, medido pelo saldo de operações vencidas com mais de 90 dias em relação à carteira total, ficou em 3,2%, estável sobre o trimestre anterior e com queda de 0,7 ponto percentual contra mesmo intervalo do ano passado.

 

Um indicador antecedente sobre o comportamento esperado da inadimplência nos próximos meses, o NPL, apontou declínio pelo 4º trimestre seguido, recuo de 35,2% em 12 meses.

 

Fique por dentro das notícias do banco onde trabalha (Clique aqui)

 

Em outra frente, as receitas do banco com tarifas e seguros cresceram 3,7% e 5% nas bases sequencial e anual, respectivamente, para R$ 9,845 bilhões. A fatia dessa linha no chamado produto bancário atingiu 37%, o pico em dois anos.

 

Por fim, o Itaú teve queda de 4,5% das despesas administrativas, a R$ 11,82 bilhões, movimento puxado sobretudo pelo recuo de 14,4% das despesas de pessoal.

 

Com isso, o banco conseguiu compensar o novo declínio na carteira de crédito. O estoque de empréstimos, incluindo garantias e títulos privados, fechou junho em R$ 575,2 bilhões, queda de 1,3% em três meses e de 4,4% sobre o fim do primeiro trimestre de 2016.

 

Além do menor volume de empréstimos, o banco também viu uma contração de 2,2% na margem financeira com clientes, refletindo principalmente os efeitos da queda da Selic e o impacto da nova regulamentação de cartões de crédito, que pressionou os ganhos nas operações com o rotativo.

 

A contração do crédito do Itaú foi na contramão do Santander Brasil, que na semana passada anunciou aceleração do crédito com um dos pilares para aumento do lucro trimestral.

 

O Itaú, que na quinta-feira obteve aval final do Banco Central para aquisição das operações de varejo do Citi no país, fechou o 3º trimestre com um nível de rentabilidade sobre o patrimônio líquido de 21,6%, alta de 0,1 ponto na base sequencial e de 0,7 ponto sobre um ano antes.

 

Preencha a pesquisa Bancári@s da Baixada Santista (leva no máximo 3 minutos)

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome.

Fonte: Época
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!