Campanha salarial

Itaú paga PLR e PCR no dia 20

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Itaú paga PLR e PCR no dia 20

Campanha de 2018 fechou acordo de dois anos com 1% de reajuste neste ano; portanto, com a correção da inflação, bancários terão 4,31% de reajuste na PLR, assim como sobre salários e demais verbas

O Itaú anunciou nesta segunda-feira, 9, que pagará a PLR e o PCR (Programa Complementar de Resultados) dos bancários no dia 20 de setembro.

 

Com a reposição da inflação, mais 1% de reajuste (conquista do acordo de dois anos fechado em 2018), a PLR terá reajuste de 4,31%.

 

O que será creditado no dia 20 é a antecipação da PLR 2019 (a segunda parcela é paga em março de 2020, após divulgação do lucro anual dos bancos); ela é composta de regra básica e parcela adicional. 

 

A regra básica corresponde a 54% do salário mais valor fixo de R$ 1.474,42 (reajustado em 4,31%), limitado ao valor individual de R$ 7.916,81 ou a 12,8% do lucro líquido do banco apurado no 1º semestre de 2019, o que ocorrer primeiro.

 

A parcela adicional é a divisão linear de 2,2% do lucro líquido do 1º semestre de 2019, com limite individual de R$ 2.457,36 (reajustado em 4,31%).

 

PCR

O valor em 2019 do Programa Complementar de Resultados (PCR) do Itaú ficou em R$ 2.900, e teve aumento de 9% em relação ao de 2018. Em 2020, o PCR será reajustado pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) mais reajuste a ser conquistado na Campanha Nacional dos Bancários daquele ano.

Fonte Seeb SP
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!