Construindo a Central

Intersindical realiza Seminário Nacional entre os dias 15 e 17 de novembro

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Intersindical realiza Seminário Nacional entre os dias 15 e 17 de novembro

Concepção e prática sindical; papel de uma central sindical nos dias atuais; qual o programa que deve orientar a ação sindical na defesa dos direitos dos trabalhadores; como construir uma central democrática, classista, independente e internacionalista?
 
Essas e outras questões serão objetos dos debates do Seminário Nacional da INTERSINDICAL, com representações de companheiras e companheiros de outras organizações, como o Movimento Avançando Sindical (MAS), Trabalhadores em Luta Socialista (TLS) e Frente de Oposição Socialista (FOS). Além dessas questões, o Seminário vai apontar os elementos fundamentais para constituição do Estatuto da INTERSINDICAL que será aprovado em março de 2014.
 
O movimento sindical brasileiro passa por uma inusitada situação: unicidade imposta pelo Estado nos sindicatos de base e pluralismo na cúpula com diversas centrais sindicais criadas para abocanhar o imposto sindical. Essa situação impõe um desafio: como construir a unidade entre as classes trabalhadoras para lutar pelas reivindicações imediatas e históricas dos que vivem do trabalho?
 
Infelizmente, as centrais que estão registradas no Ministério do Trabalho carecem, cada uma a sua maneira, de autonomia e independência. O velho sindicalismo segue sendo aliado dos patrões. A maioria das grandes centrais também não tem independência diante do Governo Federal. Mas não nos serve, tampouco, centrais que sejam correia de transmissão de partidos políticos. A autonomia e independência são princípios estratégicos dos quais os trabalhadores não podem abrir mão na construção e organizações de uma frente única.
 
Lutar pela mudança da política econômica, defender e ampliar direitos, impedir o avanço da precarização do trabalho e da terceirização, lutar contra as privatizações, o desmonte do Estado e dos serviços públicos seguem sendo tarefas fundamentais para os trabalhadores. Para tanto, é preciso unificar o conjunto dos trabalhadores, do setor privado e público, do campo e da cidade, no trabalho formal ou informal, numa central de trabalhadores classista, democrática, combativa, plural e independente.  
 
Portanto, participe você também do Seminário. Discuta com os companheiros da diretoria do seu sindicato ou com o seu coletivo de oposição. Venha debater coletivamente a construção de uma central democrática, de luta e independente.

Fonte Intersindical
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!