Precarização

Deputado bolsonarista apresenta projeto que acaba com o 13º

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Deputado bolsonarista apresenta projeto que acaba com o 13º

Segundo o deputado Lucas Gonzalez (Novo-MG), o pagamento do 13º , “onera em demasia o empregador”

Todo trabalhador aguarda o 13º. Seja para pagar as dívidas ou para poupar. Mas é bom se ligar, pois o salário extra que tanto desafoga o brasileiro corre risco. Um projeto de lei de autoria do deputado Lucas Gonzalez (Novo-MG), ligado à Bolsonaro, prevê o parcelamento do 13º em 12 vezes.

 

>> Fortaleça suas Lutas, Sindicalize-se!

 

Na prática, acaba com o benefício que perderia a finalidade. A justificativa do parlamentar é a mesma utilizada pelo governo para acabar com direitos dos trabalhadores. Para ele, o 13º "onera em demasia o empregador".

 

>> 2ª parcela do 13º deve ser paga até dia 20

 

O salário extra é cláusula pétrea da Constituição. Ou seja, não pode ser extinto. Por isso, o deputado sugere o parcelamento. Importante destacar que o 13º não caiu do céu. Embora o benefício estivesse previsto na CLT desde 1943, poucas categorias recebiam até o início da década de 60. Somente em 1962, foi reconhecido em lei.

 

Números


A previsão é de que o 13º injete R$ 214 bilhões na economia neste ano. O valor representa 3% do PIB (Produto Interno Bruto). Mas, segundo o Dieese, a injeção no mercado interno poderia ser bem maior se o Brasil não tivesse batido recorde de informalidade - 38 milhões.

 

>> Entenda como os trabalhadores conquistaram o direito ao 13º salário

Fonte Sindicato dos Bancários da Bahia - 11/12
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!