Ataque a jornada

Bolsonaro solta MP e acaba com jornada de 6h para bancários

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Bolsonaro solta MP e acaba com jornada de 6h para bancáriosAntonio Cruz/Agencia Brasil

Jair Bolsonaro e seu ministro da economia, Paulo Guedes, fazem questão de retirar direitos dos bancários e bancárias, impõem o trabalho aos sábados e jornada de 8h (exceto caixa) sem direito às 2 horas extras. Ou seja, extermina a jornada de 6h

O presidente Jair Bolsonaro acaba de soltar uma Medida Provisória (MP) para lançar o “Programa Verde Amarelo”, dia 11/11/19. Este programa prevê trabalho aos domingos e feriados sem remuneração extra como diz a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

 

Barrada na tramitação da medida da Liberdade Econômica, no Congresso, em agosto, a flexibilização do trabalho aos domingos e feriados e a eliminação de vários direitos trabalhistas estão sendo levados insistentemente adiante pelo governo, para prejudicar a classe trabalhadora.

 

“A nova MP diminui direitos. Os trabalhadores com a CTPS verde e amarela apenas terão garantidos os direitos previstos na Constituição. Os demais direitos previstos na CLT poderão ser reduzidos ou eliminados”, diz Larissa Salgado, advogada e especialista em direito trabalhista.

 

>> Siga o Sindicato no twitter

 

“Quem não optar pela nova Carteira de Trabalho Verde Amarela pode sofrer preconceito no mercado de trabalho”. Segundo a especialista, nessa nova modalidade o que estiver no contrato vale mais do que a CLT.

 

Categoria bancária atacada na jornada de 6h

Jair Bolsonaro e seu ministro da economia, Paulo Guedes, fazem questão de retirar direitos dos bancários e bancárias. No meio do programa Verde Amarelo eles introduzem regras à categoria bancária e impõem o trabalho aos sábados e jornada de 8h (exceto caixa) sem direito às 2 horas extras. Ou seja, exterminam a jornada de 6h! Leia o que diz na MP de Bolsonaro:

 

Trabalho aos sábados para bancários

“Art. 224. A duração normal do trabalho dos empregados em bancos, casas bancárias e Caixa Econômica Federal, para aqueles que operam exclusivamente no caixa, será de até seis horas diárias, perfazendo um total de trinta horas de trabalho por semana, podendo ser pactuada jornada superior, a qualquer tempo, nos termos do art. 58, mediante acordo individual escrito, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho, hipóteses em que não se aplicará o disposto no § 2º. ......................................... §3º Para os demais empregados em bancos, casas bancárias e Caixa Econômica Federal, a jornada somente será considerada extraordinária após a oitava hora trabalhada. § 4º Havendo decisão judicial que afaste o enquadramento de empregado na exceção prevista no § 2º, o valor devido relativo a horas extras e reflexos será integralmente deduzido ou compensado no valor da gratificação de função e reflexos pagos ao empregado." (NR)

 

A categoria a cada dia que passa tem que se unir em volta de seu sindicato para se organizar e defender seus direitos! Teremos um ano de 2020 muito duro e precisamos estar fortes na luta por todos os direitos que conseguimos com muita luta e greves! Nada caiu do céu!

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome.

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte Comunicação do SEEB de Santos e Região com Agora São Paulo
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias
Atualizado em: 12 de novembro de 2019

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!