Banqueiros reunem-se com a PM para reprimir bancários

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Erro na Linha: #73 :: getimagesize(uploads/images/backup/noticias/not105.gif): failed to open stream: Arquivo ou diret�rio n�o encontrado
/home/seebsantos/public_html/themes/seeb/artigo.php
Banqueiros reunem-se com a PM para reprimir bancários

No último dia 11/09, os banqueiros reuniram-se com a Polícia Militar para organizar esquemas de repressão contra uma possível greve dos bancários. ?Isto é contra a Constituição Federal, portanto fora da Lei. A PM não é paga pelos contribuintes para ser segurança particular de banqueiro. Já estamos denunciando para o Ministério Público do Trabalho?, afirma Ricardo Saraiva Big, Presidente do Sindicato. Magistrados e juízes confirmam que isto é contra a Lei e a greve é constitucional. ?A greve é o principal mecanismo do trabalhador de enfrentamento da força empresarial. Exercício justo e legítimo?, disse Omar Afif, procurador-geral do Trabalho. Para Flavio Landi, da Anamatra (Associação Nacional do Magistrados do Trabalho), ?mesmo o piquete, enquanto for pacífico está protegido pela Constituição, que estabelece que a ordem econômica está adstrita à valorização do trabalho?. Os banqueiros apostam na repressão, conforme evidencia essa reunião com a PM e os interditos. A Febraban solicitou apoio da PM para o cumprimento dos interditos proibitórios, que visam coibir as manifestações do Sindicato nas agências e concentrações bancárias. ?A PM deve ser mantida a serviço da população, dos trabalhadores, e não na defesa de interesses privados?, conclui Big.

Postado por em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: (13) 3202 1670

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!