Bancos vão abrir duas agências por dia até 2014

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
Bancos vão abrir duas agências por dia até 2014

O crescimento da população bancarizada faz parte dos temas em discussão nas reuniões de conselho de administração das maiores instituições financeiras do País. Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil estão de olho no crescimento da renda da população. Para oferecer seus produtos para um número cada vez maior de clientes, não fazem economia nos planos de ampliação da rede de atendimento. São 3.200 agências como meta até 2014, ou dois novos pontos por dia. Esse volume de novas agências significa quase 20% do total de estabelecimentos hoje mantidos por essas instituições no Brasil, segundo dados da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). Não estão computados os pontos de atendimento, correspondentes e caixas eletrônicos, o que elevaria substancialmente a capilaridade das instituições no País. “Nós abrimos 6 mil contas de clientes da classe C por dia. São clientes que, ao receberem um cartão de conta corrente, estamos criando uma nova cultura”, disse Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Banco Bradesco, durante o anúncio da entrada da Caixa Econômica Federal na parceria que o banco tem o Banco do Brasil para criar o cartão Elo, uma bandeira nacional de cartão de crédito. Segundo ele, o próprio cartão de crédito funciona como um passo de bancarização. “A segunda década do século 21 será a década em que serão incorporadas as pessoas que não estão bancarizadas”, explica Trabuco. O Bradesco afirma que está presente em 100% dos municípios brasileiros, com mais de 43 mil pontos de atendimento e mais de 20 milhões de contas de pessoas físicas. E tem planos de crescimento. Segundo Trabuco, quando foi feito o planejamento de 2010, a meta era abrir 250 novas agências. Desse total, até junho foram inauguradas 22, mais 175 pontos foram escolhidos e estão em reforma ou em faze de instalação. “Vamos chegar aos 250 no primeiro trimestre do ano que vem. Está dentro do cronograma.” Domingos Abreu, vice-presidente executivo do Bradesco, lembra que não existe uma área específica como prioridade para o banco para a localização das agências. “O perfil atual será mantido, como a proporção do PIB, a maioria no Sudeste, mais os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Isso sem esquecer a presença em comunidades carentes”, afirma. Mais planos O Banco do Brasil, que tem 18.286 pontos de atendimento, planeja abrir 2,2 mil agências em um novo formato, mais enxuto, em quatro anos. São agências complementares ao trabalho dos correspondentes, como forma de chegar a todos os municípios brasileiros. Conheça a distribuição dos maiores bancos do País O Itaú Unibanco, que está em processo de integração das agências das duas bandeiras, tem planos de abrir 150 novos pontos até o final do ano. Rogério Calderón, diretor de controladoria e relações com investidores do banco, afirma que a meta está “em pé”. “Elas estão todas em obras. Se não ficarem prontas até o final deste ano, será logo no início do ano que vem”, disse o executivo, durante a divulgação do balanço do segundo trimestre. De acordo com informações da instituição, o Itaú Unibanco fechou o segundo trimestre deste ano com mais de 36,8 mil pontos de atendimento. Eram 3.931 agências e mais de 32 mil caixas eletrônicos. O Banco Santander é, entre os maiores bancos que atuam no País, o que tem avançado menos em abertura de agências. A meta do banco é abrir 600 agências em quatro anos. Segundo Fabio Barbosa, presidente do Santander, neste ano seriam entre 120 e 150, mas até o final do segundo trimestre foram “só seis agências”. “O plano foi definido quando fizemos a oferta de ações (em outubro do ano passado), mas até comprarmos o imóvel, fazer reformas e contratar pessoas, leva um certo tempo”, disse ele, durante a divulgação do balanço trimestral. Ao final do trimestre, eram 2.097 agências, mais 1.491 postos de atendimento e 18.177 caixas eletrônicos, para uma clientela de mais de 23,5 milhões de clientes.

Fonte Nelson Rocco
Postado por em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!