Greve: Reforma Previdenciária

Bancários paralisam agências em Santos contra a Reforma da Previdência

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários paralisam agências em Santos contra a Reforma da Previdência

Apesar do recuo de algumas centrais sindicais, a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região (filiado à Intersindical) paralisaram 15 agências bancárias no Gonzaga, Santos/SP, das 8h às 12h, nesta terça-feira (5/12). Logo após, realizaram ato com entrega de cartas abertas à população, bandeiras e faixas, na frente da unidade do Banco do Brasil/Gonzaga (Av. Ana Costa, 486). O ato foi contra a Reforma da Previdência Social, proposta pelo governo golpista de Michel Temer, que pode ser votada na próxima semana pela Câmara Federal

“A perspectiva de uma greve nacional forte colaborou para o adiamento da votação. Essa pressão dos trabalhadores está dificultando a obtenção do número necessário de votos para passar a reforma. Temer pretende destruir a Previdência Social e o sepultar as aposentadorias, com ajuda de alguns deputados e senadores venais. O verdadeiro objetivo é desviar o dinheiro dos trabalhadores para os rentistas, bancos e grandes empresas.

 

Por exemplo, o Bradesco lucrou 16 bilhões ano passado e tem dívida de 465 milhões com a Previdência Social, assim como o Itaú é devedor de R$ 88 milhões, o BB R$ 208 milhões e também lucraram bilhões ano passado. E uma série de grandes empresários no Brasil”, afirma Eneida Koury, presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região.

 

“Nesta terça-feira foi um esquenta para pressionar o Congresso a não votar a Reforma. Caso eles insistam em acabar com a aposentadoria dos trabalhadores vamos fazer uma Greve para paralisar tudo por 24 horas ou mais”, afirma Ricardo Saraiva Big, secretário de Relações Internacionais da Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e secretário geral do Sindicato.

 

Propaganda sobre deficit na Previdência é mentira!

O governo federal faz propaganda e um debate mentiroso sobre a falta de recursos da Previdência Social, porque contrariando as expectativas de Michel Temer (PMDB), a CPI da Previdência Social no Senado concluiu que não existe deficit.

 

“É importante destacar que a Previdência Social brasileira não é deficitária. Ela sofre com a conjunção de uma renitente má gestão por parte do governo, que, durante décadas: retirou dinheiro do sistema para utilização em projetos e interesses próprios e alheios ao escopo da previdência; protegeu empresas devedoras, aplicando uma série de programas de perdão de dívidas e mesmo ignorando a lei para que empresas devedoras continuassem a participar de programas de empréstimos e benefícios fiscais e creditícios; buscou a retirada de direitos dos trabalhadores vinculados à previdência unicamente na perspectiva de redução dos gastos públicos; entre outros”, resume o senador Hélio José em seu relatório da CPI.

 

Fiscais da Receita Federal afirmam que a Previdência é superavitária

Em vídeo, os auditores fiscais da Receita Federal, responsáveis pelo combate às fraudes e pela fiscalização e arrecadação das contribuições sociais da União, afirmam e provam que a Previdência Social é superavitária. Em 2015, conforme as contas do governo arrecadou-se 700 bilhões e gastaram 688 bilhões de reais. De acordo com os fiscais da receita, não há rombo e sim uma desvinculação de verba para outras áreas e interesses. Também em 2015, foram retirados 66 bilhões de reais da Previdência, Saúde e Assistência Social dos brasileiros. Veja o vídeo abaixo.

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Comunicação do SEEB de Santos e Região e Contraf
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias
Atualizado em: 05 de dezembro de 2017

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!