Assédio no BB

Bancários do BB paralisam contra assédio moral em Santos

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários do BB paralisam contra assédio moral em SantosRoger

O banco institucionalizou o assédio moral como forma de cobrar metas dos bancários no Banco do Brasil. A paralisação é um alerta dos trabalhadores. Caso a Superleste não respeite os profissionais vai haver radicalização

Os bancários do Banco do Brasil (BB) das unidades Estilo Santos, rua Bahia, 03 (Gonzaga); Estilo Porto, Praça José Bonifácio (Centro), 13; Estilo Embaré, Av. Almirante Cochrane (Embaré), 47; e nos escritórios, rua XV de Novembro, 3º andar (Centro), todas em Santos/SP, paralisam os trabalhos das 8h às 11h, hoje - nesta manhã de quarta (1/8), contra a institucionalização do assédio moral dentro das unidades.

 

“Vamos dar um Basta no Assédio! Os bancários vêm sendo humilhados com cobrança de metas pela Superleste do Banco do Brasil, quando não conseguem bater os números impostos pela superintendência. A paralisação é fruto de várias denúncias encaminhadas e depois de reuniões organizadas pelo Sindicato dos Bancários de Santos e Região. Caso a Superleste não respeite os bancários vai haver radicalização, que não trarão bons resultados ao banco”, afirma Eneida Koury, presidente do Sindicato e funcionária do BB.

 

Denuncie e já se prepare para a organização de greve do Sindicato e mantenha seus direitos e emprego!

 

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte Comunicação do SEEB de Santos e Região
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias
Atualizado em: 02 de agosto de 2018

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!