Bancários da Caixa mantêm greve e cobram retomada das negociações

A maioria dos bancários da Caixa Econômica Federal decidiu manter a greve nacional nas assembléias realizadas nesta sexta-feira, 16, pelos sindicatos de todo o país. As decisões mantêm a força da greve, que entrará em seu 26º dia nesta segunda-feira nos 26 estados e no Distrito Federal, segundo levantamento da Contraf com dados dos sindicatos e da Fenae. O dissídio coletivo de greve foi instaurado no TST na quinta-feira, 15, a pedido da Caixa. O banco solicitou também, em caráter liminar, a declaração de abusividade e a determinação de volta ao trabalho, o que foi negado pelo tribunal. O TST também agendou audiência de conciliação e instrução do dissídio, que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 21. Na reunião o tribunal buscará intermediar um acordo entre as partes. Caso não se chegue a um entendimento nessa ocasião, o processo será encaminhado a um ministro do TST designado como relator, que será sorteado, o qual será responsável por examinar o tema objeto do dissídio e designar data para julgamento pela Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC). O julgamento, no entanto, só pode ocorrer caso haja concordância das duas partes envolvidas. Nova reunião O Comando Nacional e a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) voltam a se reunir na segunda-feira, em São Paulo, após a assinatura da Convenção Coletiva 2009/2010 com a Fenaban. A reunião definirá as orientações para os próximos passos do movimento dos empregados da Caixa.

Fonte C
Postado por em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!