Saúde & Previdência

Baixa qualidade no atendimento da Cabesp gera reclamações de associados

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Baixa qualidade no atendimento da Cabesp gera reclamações de associados

Negativas de coberturas e credenciamento de profissionais são os principais problemas enfrentados pelos usuários

O que aconteceu com a Cabesp? Fica o questionamento após enxurrada de reclamações que a Afubesp tem recebido sobre o atendimento da Caixa Beneficente.

 

Atualmente com 66.204 usuários, a Cabesp tem negado credenciamento de profissionais e coberturas pelo plano de saúde. Foi o caso da mãe da banespiana Olga Soares Gallatti, moradora de São Vicente, litoral sul paulista. Falecida no início do mês de março aos 96 anos, precisou de ambulância para ser transferida da casa de repouso onde se encontrava para um hospital credenciado, na cidade de Santos.

 

Olga conta que sua mãe tinha Alzheimer e problemas de locomoção. “Foram três internações desde janeiro. Na primeira vez, solicitei o transporte e a Cabesp alegou que só poderia cedê-lo de um hospital para outro”, explica. Na segunda internação, a associada esperou transporte de um dia para o outro. “Solicitamos às 20h e a ambulância, vinda da capital, chegou meio-dia. Na terceira situação, chamamos o SAMU para encaminhá-la até um pronto atendimento. De lá, solicitamos o transporte. Verdadeira ‘tática de guerrilha’”.

 

Segundo o diretor da Afubesp, Wagner Cabanal, a Cabesp tinha ambulâncias próprias, que foram vendidas no ano de 2006 abrindo espaço para terceirizadas que vinham atendendo os banespianos. “O serviço, que sempre existiu, tem dado muito problema desde 2017. A Cabesp precisa voltar a atender com mais rapidez essas solicitações.”

 

Atendimento negado

 

Com problema nos dedos dos pés, Maria de Lurdes Valério da Silva, moradora de Arapongas (PR), teve procedimentos negados pela Cabesp, da qual é associada desde 1968. “Negaram dois itens para a correção do meu problema. Alegaram que não eram
necessários para o tratamento, mas meu médico afirma que são. Estou com todos os meus exames prontos para a realização cirúrgica. Não dá para ficar nesse jogo de empurra, empurra. ”, indigna-se.

 

Corte nos serviços

 

Cabanal ressalta que a Cabesp passou a cortar serviços, embora as mensalidades tenham sido reajustadas, com a anuência dos associados para resolver o déficit da Caixa.


“Queremos de volta aquela Cabesp que não se balizava pelo rol da ANS, que oferecia atendimento de qualidade e ótima cobertura aos usuários. A nova diretoria vem cortando serviços sem parar, como home care e tratamento odontológico, por exemplo. Parece que desconhecem a necessidade de seus associados e preferem desqualificar uma história de mais de 50 anos.”

 

>> Cadastre-se no whatsapp do Sindicato: clique aqui (pelo celular) e informe banco onde trabalha e seu nome

Escrito por: Imprensa Afubesp
Fonte Afubesp
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!