Nenhum Direito a menos

Aposentadoria na mira: governo pretende retomar ataques à previdência

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Aposentadoria na mira: governo pretende retomar ataques à previdência

A reforma da previdência só não foi retomada ainda porque o governo e o Congresso não conseguiram resolver os termos da reforma política

A população brasileira precisa ficar atenta. A mando dos banqueiros e grandes empresários, Temer prepara sua base de apoio no Congresso para retomar as votações da reforma da previdência e o pacote de privatizações.

 

Apesar de estar absolutamente envolvido nas falcatruas com grandes empresários, e ter de responder todo dia sobre os desmandos, Temer sabe que sua estada à frente da presidência depende de desmontar os direitos sociais para agradas ao capital financeiro.

 

Na verdade, a reforma da previdência só não foi retomada ainda porque o governo e o Congresso não conseguiram resolver os termos da reforma política, coisa que pode minimamente acontecer essa semana.

 

Por outro lado, desde o ano passado, a grande maioria da população demonstrou profunda oposição à reforma da previdência. Ficou muito claro que o objetivo do governo, da mídia (como a Rede Globo) e dos banqueiros é acabar com o direito à aposentadoria dos trabalhadores/as para que sobre mais dinheiro no orçamento para pagar juros aos agiotas do sistema financeiro.

 

“Precisamos retomar a ampla unidade do movimento social para impulsionar grandes mobilizações. Sabemos que não adianta ficar esperando por negociações com esse governo. Não podemos mais adiar a retomada da unidade e das mobilizações unitárias”, alerta Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical.

 

Além de estabelecer idade mínima e aumentar o tempo de contribuição, entre outros absurdos para o acesso à aposentadoria, Temer visa enfraquecer a previdência pública para depois entregar aos bancos privados. Basta lembrar que uma das principais consequências da recente reforma trabalhista votada no congresso já vai excluir milhões de pessoas do acesso à aposentadoria.

Fonte: Intersindical - Central da Classe Trabalhadora
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias
Atualizado em: 20 de setembro de 2017

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!