Se Liga

10 dicas para evitar ameaças digitais nas redes sociais

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
10 dicas para evitar ameaças digitais nas redes sociais

Cibercriminosos utilizam assuntos polêmicos ou populares nas redes sociais para criar fake news, mensagens ou vídeos falsos, que induzam o internauta a clicar em links maliciosos

Nos dias de hoje, as redes sociais são uma das principais portas de entrada para malware e outras ameaças que podem afetar o computador e vazar as informações pessoais do usuário. E, na maioria das vezes, quem abre essa porta é o próprio usuário, ao utilizar práticas pouco recomendadas, como autorizar pessoas desconhecidas, não verificar as configurações de privacidade ou clicar em links desconhecidos.

 

Para ajudar os usuários a terem um comportamento mais adequado quando estão na rede do ponto de vista da segurança digital, seguem 10 dicas que parecem simples, mas são essenciais no dia a dia online:

 

1. Cuidado com o que você posta


Lembre-se que, depois de postadas, as coisas podem não desaparecer nem quando você as deleta. Somente poste atualizações e fotos que você não vai se importar em compartilhar com estranhos;

 

2. Atenção às marcações


Mantenha sob controle as suas tags e menções do seu perfil. Estar marcado em um post pode parecer inofensivo, mas pode também diminuir a sua privacidade;

 

3. Quem pode ver seus posts?


Certifique-se de que seus posts podem ser vistos apenas pelo seu público-alvo. Se seus amigos na rede têm configurações menos restritivas do que as suas, é possível que seus posts estejam disponíveis a um público mais amplo;

 

4. Não clique!


Não temos como saber quem são os cibercriminosos apenas pelo nome ou pela foto que eles colocam nas redes sociais. Por isso, nunca clique em um link que alguém que você não conhece te enviou, especialmente se a própria pessoa que mandou parece suspeita;

 

5. Adote a autenticação em dois passos


Use a autenticação de dois passos no Facebook, bem como em qualquer outra conta de mídia social que você tenha, e ative quaisquer outras medidas de segurança que você tenha acesso;

 

6. Configure a sua conta


A decisão de que tipo de informação pode ser compartilhada e que tipo de informação deve permanecer privada cabe a cada um. Verifique as políticas de privacidade e ajuste as configurações para o seu nível de conforto;

 

7. Confira sua segurança


Você pode usar softwares de busca de configurações de privacidade para verificar a privacidade atual em diferentes redes sociais para assegurar que a sua informação permanece privada;

 

8. Denuncie spammers


Reporte e bloqueie quem envia spams para você com frequência, isso pode ajudar a sanear sua linha do tempo. Notificar o Twitter ou o Facebook também é importante para que as redes possam bloquear essas contas em definitivo;

 

9. Fique atento ao remetente das mensagens


Todos estão vulneráveis às ameaças online e, do mesmo jeito que você, seus amigos também podem ser afetados e enviar mensagens infecciosas sem intenção. Sempre verifique com seus contatos sobre qualquer link enviado para você, de preferência, usando algum outro método de comunicação;

 

10. Cuidado com os amigos


Uma das máximas da vida fora das redes também deve valer online. Quem é seu amigo de verdade? Tenha cuidado com quem você aceita como amigo nas redes sociais. Os ladrões de identidade, muitas vezes, criam perfis falsos para roubar suas informações pessoais.

 

Leia Também: Muita atenção com postagens nas mídias sociais

Escrito por: Leonardo Bonomi - diretor de Tecnologia e Suporte da Trend Micro
Fonte Canaltech
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!