Select

Santander quer destruir jornada de 6h e está na mira do Sindicato

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Santander quer destruir jornada de 6h e está na mira do SindicatoFabiano Couto

Sindicato exige garantia ao respeito à jornada de 6 horas dos funcionários, assim como o pagamento de horas extras

O banco Santander mais uma vez tenta burlar as leis e aterrorizar seus funcionários. Desta vez vai implantar uma agência piloto com abertura das 8h30 às 17h, aumentando a jornada. A unidade escolhida é a Select Gonzaga Santos, na rua Galeão Carvalhal, 35, em Santos/SP. Em reunião com assessores da superintendência regional de Santos, a diretoria do Sindicato exigiu por escrito a garantia ao respeito à jornada de 6 horas dos funcionários, assim como o pagamento de horas extras.

 

De acordo com diretor Léo Ventura, do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e funcionário do Santander, o horário estendido deveria começar a partir desta segunda-feira, 10/7. “Entretanto, em conversa com os assessores Robson e Delmar, da superintendência da regional Santos, o início ainda não está confirmado. “Eles também disseram que é um projeto nacional e embrionário, vamos aguardar a resposta e fiscalizaremos”, ressaltou.

 

“São 8horas e 30 minutos de atendimento ao público, sem contar o tempo para finalizar as operações depois do fechamento da agência. Isso deve beirar quase 10 horas de trabalho. Por lei da CLT, o bancário tem jornada de 6 horas. Portanto, vamos fiscalizar a jornada, pagamento de horas extras e qualquer irregularidade nesta agência Select ou em qualquer outra como sempre fizemos. Caso não sejam cumpridas as leis trabalhistas tomaremos as atitudes cabíveis,” diz Fabiano Couto, secretário de Comunicação do Sindicato e funcionário do Santander.

 

A Lei 7.430, de 17/12/1985, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), Artigo 224, diz: “A duração normal do trabalho dos empregados em bancos, casas bancárias e Caixa Econômica Federal será de 6 (seis) horas continuas nos dias úteis, com exceção dos sábados, perfazendo um total de 30 (trinta) horas de trabalho por semana."

 

Antes mesmo de aprovada ou não a famigerada Reforma Trabalhista, os bancos já estão dando o “bote”, como cobras, nos direitos dos bancários. Filie-se ao Sindicato e defenda seus direitos!

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Fernando Diegues em Notícias
Atualizado em: 06 de julho de 2017

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!