Exploração

Santander: lucro recorde e exploração brutal dos Bancários

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Santander: lucro recorde e exploração brutal dos BancáriosFernando Diegues

Balanço do trimestre mostra que unidade brasileira do grupo espanhol é de longe a mais lucrativa, mesmo assim extingue empregos, reduz crédito para empresas e pratica juros e tarifas nas alturas.

O Santander alcançou lucro líquido gerencial de R$ 2,280 bilhões no primeiro trimestre deste ano, atingindo o maior patamar histórico, com crescimento de 37,3% em doze meses e 14,7% no trimestre. Com isso a unidade brasileira passa a ser de longe a mais lucrativa do grupo espanhol, contribuindo com 26% de seu lucro global. O Reino Unido vem em seguida com 17% e a Espanha com 16%.

Mas o resultado positivo não vem acompanhado de responsabilidade social. O Santander continua cortando empregos, mantém política de tarifas e juros elevados, e reduz o crédito para pequenas, médias e grandes empresas.

Corte de empregos
Foram 3.245 postos de trabalho extintos em doze meses e 327 apenas nos primeiros três meses do ano. O Santander aumenta consideravelmente seu lucro com a força do trabalhador e com a sociedade brasileira, e ao mesmo tempo demite pais e mães de família, o que também penaliza a comunidade onde está inserido. De longe o Santander Brasil é a unidade mais lucrativa do grupo espanhol e, ao mesmo tempo, é a única onde ocorrem demissões.

Na Espanha não há demissão imotivada e que a matriz do banco ainda recebe parte dos rendimentos alcançados no Brasil. Além do corte de empregos aqui, o Santander ainda manda parte do seu lucro para a Espanha e não há cobrança de impostos sobre remessa de lucro para o exterior, assim como não há sobre os dividendos.

Outros dados
No primeiro trimestre de 2017, o Santander obteve sua maior rentabilidade dos últimos 5 anos, de um lado, por maior geração de receitas no varejo, de outro por redução de custos e atuação conservadora no que diz respeito aos riscos das operações. A rentabilidade do banco atingiu o patamar de 19,9% com alta de 3,3 pontos percentuais em 12 meses.

O número de clientes digitais alcançou 6,9 milhões (+1,8 milhão em doze meses); e as transações digitais já representam 76% do total das transações do banco, um aumento de 5,4 pontos percentuais nos últimos doze meses.

# Santander bate recorde de lucro e de demissões de funcionários

# Adiantamento das férias já pode ser parcelado no Santander

Fonte: SEEB SP
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!