Se Liga

PLR e salários serão conhecidos no início do mês

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
PLR e salários serão conhecidos no início do mês

Acordo de dois anos garante a todos os Bancários reajuste acima da inflação nos salários, PLR e demais verbas. Cálculo preciso de quanto isso representa para o seu bolso só poderá ser feito após o anúncio do INPC.

A Convenção Coletiva de Trabalho da categoria bancária prevê neste ano reajuste acima da inflação nos salários de 1%. Ou seja, o percentual de reajuste é composto pela inflação entre 1º de setembro de 2016 e 31 de agosto de 2017 acrescida de um ponto percentual de aumento.

 

Sendo assim, para fazer o cálculo preciso de para quanto, de fato, vão salários e demais verbas - inclusive a regra básica e parcela adicional da PLR - é necessário primeiro saber quanto foi a inflação no período citado, medida pelo INPC. O anúncio oficial do INPC neste período ainda não foi feito pelo IBGE e está marcado para o início de setembro, provavelmente na quarta 6.



Não há como ninguém - Sindicato, banco, bancário - fazer qualquer cálculo preciso e confiável sem o anúncio do INPC. Nem os bancos sabem exatamente quanto terão de pagar. Não acredite em boatos. O movimento sindical está atento à divulgação do INPC e assim que ele for conhecido, fará todos os cálculos e divulgará no site, Informativo Bancário e redes sociais.

 

PLR


O pagamento da antecipação da PLR é composto por uma regra básica e uma parcela adicional. Ambas estão atreladas a valores que serão reajustados de acordo com a CCT (INPC + 1% de aumento). A regra básica, por exemplo, é calculada sobre o salário do bancário (54% do salário), então, sem o valor atualizado dos vencimentos, não há como calcular a regra básica (lembre-se de que o salário será reajustado pelo INPC + 1% de aumento). À mesma regra básica é acrescido um valor fixo, que também é reajustado pelo índice geral (INPC + 1% de aumento). Isso vale para bancos públicos e privados.

 

O outro montante que compõe a PLR é a antecipação da parcela adicional. Esta depende do lucro do banco (distribuição linear de 2,2% do lucro do 1º semestre), mas o teto de pagamento também é reajustado pelo índice geral (INPC + 1% de aumento).

 

Ainda de acordo com a CCT, os bancos têm até 30 de setembro para creditar a antecipação da PLR. O movimento sindical já enviou carta cobrando a antecipação.

 

Banco do Brasil

 

O Banco do Brasil pagou nesta quinta-feira, 31, a antecipação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor é referente ao 1º semestre deste ano.

 

Acompanhe o Sindicato dos Bancários de Santos e Região nas principais redes sociais. É só curtir a página no Facebook ou se cadastrar no WhatsApp.

 

# Não fique só, Fique Sócio e defenda-se contra a Reforma Trabalhista!

 

Fonte: SEEB SP
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!