Não ao massacre do povo pelestino

Nota pela libertação dos presos palestinos em Israel

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Nota pela libertação dos presos palestinos em Israel

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, filiado à Federação Sindical Mundial (FSM) no Brasil, manifesta total acordo com a nota abaixo, enviada à Organização das Nações Unidas (ONU), ao Ministro das Relações Exteriores do Brasil, ao Embaixador de Israel no Brasil e à Cruz Vermelha, com pedido de libertação imediata dos prisioneiros políticos palestinianos das prisões israelitas e a visita de uma delegação da FSM nas prisões israelenses. Segue a nota:  

 

PARA
Organizações das Nações Unidas (ONU)
Ministro das Relações Exteriores do Brasil
Embaixador de Israel no Brasil
Cruz Vermelha

A Federação Sindical Mundial (FSM) e suas entidades filiadas e amigas aqui no Brasil condenamos repetidamente a prisão de prisioneiros políticos palestinos.

Fomos informados de que cerca de 1500 prisioneiros palestinos iniciaram uma greve de fome em protesto contra as suas condições cruéis e desumanas de prisão. Eles correm um verdadeiro risco de vida podendo falecer cumprindo a greve de fome.

Com esta carta nós reafirmamos a nossa demanda para sua liberação imediata!

Pedimos ainda que uma delegação da FSM visite as prisões em Israel e se reúna com uma delegação de pessoas em greve de fome.

 

Federação Sindical Mundial FSM no Brasil

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Comunicação do SEEB de Santos e Região
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!