Dia Nacional de Mobilizações contra a Terceirização e o Desmonte da Previdência

Bancários fecham agências de Santos nesta sexta, 31, contra fim de direitos

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários fecham agências de Santos nesta sexta, 31, contra fim de direitosFernando Diegues

Paralisação faz parte do Dia Nacional de Mobilizações contra a Terceirização e o Desmonte da Previdência, rumo à GREVE GERAL!

Os bancários da Baixada Santista paralisam nesta sexta-feira, 31/3, diversas agências bancárias em Santos contra a terceirização irrestrita e o desmonte da Previdência Social planejado pelo ilegítimo governo Temer. A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilizações, rumo à greve geral.

 

As agências ficarão paralisadas até o meio-dia. Em seguida, haverá ato unificado na Praça Mauá reunindo diversas categorias e entidades de luta da região.

 

Às 17 horas, em frente à Estação da Cidadania (Av. Ana Costa,340), serão realizadas apresentações culturais, falas das entidades e movimentos sociais, entre outras manifestações.

 

“O povo brasileiro está sob ataque. A terceirização, o desmonte da Previdência e a reforma trabalhista são alguns dos mecanismos para retirar direitos da classe trabalhadora. Há 53 anos, em 31 de março de 1964, houve o golpe Civil-Militar no Brasil. Hoje, lutamos contra o golpe que está acontecendo agora contra a população e seguimos rumo à greve geral, dia 28 de abril”, afirma Eneida Koury, presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região.

 

Terceirização

Usando a manobra de “ressuscitar” um projeto de 1998, a Câmara dos Deputados aprovou a terceirização irrestrita (atividades meio e fim de uma empresa) no último dia 22 de março. A proposta, que precariza as condições de trabalho de todas as categorias, está na mesa de Temer para sanção.

 

Estudo do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese) aponta que a taxa de rotatividade no emprego é duas vezes maior nas atividades terceirizadas em relação aos contratos diretos. Já os salários dos terceirizadas são, em média, 23,4% menor do que o dos contratados diretamente pela empresa. Além disso, a maior parte dos acidentes de trabalho são com terceirizados, que também são submetidos a jornadas de trabalho maiores.

 

Desmonte da Previdência

O nefasto projeto de desmonte da Previdência Social tem como reais objetivos acabar com a aposentadoria da maioria do povo e empurrar as pessoas para previdências privadas, engordando ainda mais os lucros dos banqueiros. A proposta se baseia na alegação mentirosa de que a previdência apresenta déficit.

 

"Só as isenções dadas para as empresas já superam o valor do suposto 'rombo na previdência' dito pelo governo", afirma Eneida Koury. O governo deixa de arrecadar aproximadamente R$ 452 bilhões por ano com desonerações tributárias.

 

Além disso, o governo ignora a necessidade de cobrar os devedores da Previdência. Segundo o economista Anselmo dos Santos, da Unicamp, “empresas têm dívidas com a Previdência Social que somam mais de R$ 500 bilhões”.

 

Porém, a intenção é fazer a classe trabalhadora pagar a conta. Atualmente, 66% dos benefícios pagos pela Previdência vão até no máximo 1 salário mínimo, segundo dados do Dieese.

Fonte: Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!