Arbitrariedade

Bancários denunciam aumento extorsivo em plano de saúde

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Bancários denunciam aumento extorsivo em plano de saúdeFabiano M. Couto

Reajuste foi decidido sem debate com trabalhadores; Movimento Sindical cobra que banco retome negociações sobre o convênio.

O reajuste nos planos de saúde para funcionários do Itaú a partir de maio deste ano, anunciado pelo banco, deixou os trabalhadores indignandos. O aumento foi decidido sem qualquer debate com os beneficiários e sem a transparência necessária sobre os custos, o que tem revoltado os empregados da instituição financeira.

O banco informou que os planos serão reajustados em 16,44% para os titulares e 21,99% para os dependentes. E alega que os reajustes são necessários por conta da inflação e dos custos crescentes, mas não há qualquer debate transparente sobre o assunto. Desde 2011, o movimento sindical cobra do Itaú uma negociação clara, mas a instituição financeira se recusa a assinar um acordo neste sentido.

O plano, que anteriormente era autogerido pelos trabalhadores, agora fica nas mãos da Porto Seguro, que não repassa informações precisas e nem oferece abertura para que sejam debatidos e resolvidos eventuais problemas.

Também são muitas as reclamações sobre a burocracia para a liberação de procedimentos de alta complexidade, cirurgias de urgência e suas intercorrências, como anestesistas, por exemplo.

Unilateral
Durante o último processo de negociação com o banco sobre o tema, eles apresentaram o novo modelo de plano para os novos funcionários por faixa etária, sem debater com os trabalhadores. Eles anunciaram em seguida que estava proibida a inclusão de agregados no plano.

O Itaú também tem discriminado quem se aposenta, aumentando os valores das mensalidades, forçando que o beneficiado tenha de procurar a Justiça para dar continuidade a tratamentos que já estavam sendo realizados.

Questionamos o Itaú a respeito e eles nos disseram que o reajuste não atingiu a maioria dos bancários, somente os que pagavam o teto mensal. Ainda assim não é justo, visto que os salários aumentaram em 8% em setembro e agora sofrem esta perda com um reajuste de mais de 16%.

O movimento sindical reivindica que o processo de negociação seja retomado, e que os trabalhadores não sejam apenas ‘informados’ sobre as alterações, o que é considerado um descaso para com os funcionários.

# Itaú descumpre acordo e aumenta metas de atendimento

Fonte: SEEB SP
Postado por Fabiano Couto em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!