Fraude na aposentadoria

Quadrilha que fraudava aposentadorias de bancários é presa  

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Quadrilha que fraudava aposentadorias de bancários é presa   

O professor e advogado Previdenciário, Sérgio Pardal Freudenthal, e o diretor de Previdência do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, Daniel Mandu, foram procurados por diversos associados sobre este assunto e advertiram que este tipo de aposentadoria (com tempo de contribuição menor) realizada no posto do INSS de Diadema era uma fraude  

Uma quadrilha de fraudadores de aposentadorias foi presa pela Polícia Federal, dia 26/11/2018, na operação Barbour, em Santo André/SP e Diadema/SP. Estão envolvidos: a vereadora Elian Santana (SD), da Câmara de Santo André, na Grande São Paulo, a sua chefe de gabinete, Lucilene Aparecida Ferreira Souza, um intermediário do esquema, Adair Saar, e Vitor Mendonça de Souza, servidor da Agência INSS de Diadema.

 

Todos são investigados pelo suposto rombo de R$ 170 milhões nos cofres da Previdência por meio de um esquema de aposentadorias fraudulentas.

 

Segundo a investigação, o grupo ‘vendia’ as aposentadorias no gabinete da própria vereadora. 

 

Segundo a PF, os pedidos de aposentadoria eram ‘aprovados’ em apenas quatro minutos ‘sem que houvesse qualquer tipo, aparentemente, de avaliação dos documentos apresentados’.

 

Os suspeitos apresentavam documentos falsos para comprovar que trabalhariam em condições insalubres ou perigosas para pleitear aposentadoria por tempo de contribuição menor. Os funcionários seriam de bancos públicos e privados, além de empresas de telefonia.

 

# Curta o Sindicato no Facebook

 

O grupo criminoso fazia reuniões com os interessados nesse tipo de aposentadoria todas as segundas-feiras no gabinete da vereadora.

 

 “A fraude, ocorreu em centenas de benefícios, estima-se que, pelo menos 400 benefícios tenham sido fraudados por Vitor, agindo em conluio e valendo-se de sua condição de servidor público para a execução de sua parte”, apontou a Procuradoria da República.

 

“Assuntos relacionados à previdência, INSS, aposentadorias podem e devem ser esclarecidos pelos associados no Sindicato”, afirma Daniel Mandu. O Sindicato mantém um serviço gratuito que prepara toda a documentação e intermedia junto ao INSS perícias, aposentadorias e outros assuntos relacionados para os filiados. Mais informações pelo fone (13) 3202.1670, santosbancarios.com.br ou pelo whatsapp (13) 99209.2964.

 

Outros canais de comunicação do Sindicato são o facebookinstagram e twitter. Fortaleça as lutas dos bancários se sindicalizando.

 

Fonte Comunicação do SEEB de Santos e Região com Estadão
Postado por Gustavo Mesquita em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!