Não à precarização!

Temer pretende demitir 10 mil da Caixa até fevereiro

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
 Temer pretende demitir 10 mil da Caixa até fevereiro

É preciso ampliar a mobilização pela Caixa 100% pública

A Caixa Econômica Federal pretende seguir o exemplo do Banco do Brasil e planeja privatizar parte do banco lançando ações na Bolsa de Valores. O governo golpista de Temer deve fazer um novo programa de aposentadoria incentivada com objetivo atingir 10 mil empregados.

 

Dirigentes do banco fecharam sua proposta para o Programa de Demissão Voluntária (PDV), que deverá ser aberto no fim deste mês com adesão até o início de fevereiro, conforme apurou reportagem, em 4/1/17, da Folha de São Paulo. A instituição também estuda as possibilidades de transformar cerca de 100 agências que não dão lucro em postos de atendimento, transferir de local, ou fechá-las em último caso.

 

A sobrecarga de serviços e o adoecimento são realidades dentro do ambiente de trabalho, por falta de empregados. As contratações estão paralisadas há dois anos. A Caixa tem 30 mil aprovados esperando na fila. Nos últimos anos cerca de 5 mil empregados desligaram-se por meio de Planos de Apoio à Aposentadoria (PAA) e PDV.

 

Não resta outra saída aos bancários e bancárias a não ser LUTAR contra o fechamento de unidades e por uma Caixa 100% pública e seu papel social!

Cadastre-se no whatsapp do Sindicato dos Bancários

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!