Ciclo de palestras

Seminário Desmonte da Previdência mostra que sem luta aposentadoria acabará

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Seminário Desmonte da Previdência mostra que sem luta aposentadoria acabaráFernando Diegues

O seminário fez parte da jornada de lutas e mobilizações contra a proposta de mudanças na Previdência Social

O Sindicato dos Bancários sediou o Seminário “Desmonte da Previdência”, dia 18/3, onde os trabalhadores puderam aprofundar os estudos sobre o nefasto projeto que quer eliminar uma série de direitos e inviabilizar a aposentadoria da maioria da população. O seminário foi organizado pela Frente Sindical Classista.

 

Nem a forte chuva, que caía desde o dia anterior, impediu o público de participar do ciclo de estudos com o deputado federal do Psol e membro da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Ivan Valente, o coordenador de relações sindicais do DIEESE, José Silvestre Prado de Oliveira, e o professor de Economia da Unicamp e do Cesit – Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho, Anselmo Luis dos Santos.

 

Anselmo contextualizou erros na área econômica tomados por governos anteriores, os bilhões gastos com pagamento de juros enquanto se alega déficit da Previdência e destacou que toda a agenda do ilegítimo governo Temer tem o objetivo de esmagar os direitos da classe trabalhadora. “A nossa única saída no Brasil, agora, é o povo mostrar resistência”.

 

Já José Silvestre, do Dieese, trouxe para o debate os principais pontos que querem mudar na legislação e que prejudicarão a população: idade mínima de 65 anos, igualar idade de aposentadoria para homens e mulheres, tempo de contribuição de 49 anos para aposentadoria integral, entre outras maldades. “Tentam fazer comparações com outros países sendo que as condições do mercado de trabalho são bem diferentes. No Brasil há muita precariedade e informalidade, entre outras questões.”

 

Membro da Comissão Especial da Reforma da Previdência, o deputado Ivan Valente ressaltou que a pressão popular tem feito deputados repensarem suas posições frente às propostas de alterações na Previdência. “As medidas são formas de sabotar a Previdência para viabilizar sua privatização! Espero que tudo isso sirva de mote para colocar o povo na rua e transformar a realidade atual do ‘homem sendo o lobo do homem’”.

 

Falso déficit

 

Durante o seminário foram apresentados dados que comprovavam que é falso o argumento de déficit da Previdência. "Só as isenções dadas para as empresas já superam o valor do suposto 'rombo na previdência' dito pelo governo", afirmou a presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região, Eneida Koury. O governo deixa de arrecadar aproximadamente R$ 452 bilhões por ano com desonerações tributárias.

 

"Ou a gente arregaça as mangas ou estamos fadados a não ter futuro para nós, nossos filhos e netos. É preciso continuar e ampliar a luta", convocou Ricardo Saraiva Big, secretário geral do Sindicato e secretário de Relações Internacionais da Intersindical - Central da Classe Trabalhadora.

Fonte: Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!