Sempre na Luta

Refinaria está se tornando uma bomba relógio

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Refinaria está se tornando uma bomba relógioAdriano Trindade

A Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (RPBC) sofreu um novo vazamento – o quinto em pouco mais de um mês.

A Intersindical – Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos (filiado à Central) participaram de protesto nesta terça, 28/8, na Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão, contra uma série de vazamentos, apagão e incêndios nos últimos meses.

 

“Estivemos ao lado dos petroleiros para protestar contra a verdadeira bomba relógio que está se tornando a refinaria de petróleo de Cubatão. Ameaça a vida dos trabalhadores e toda a população da Baixada Santista. Os trabalhadores devem estar unidos para que um sinistro maior não aconteça e para denunciar a opinião pública sobre a falta de pessoal para manutenção dos equipamentos”, afirma Ricardo Saraiva Big, Secretário de Relações Internacionais da Intersindical. A Refinaria foi paralisada das 6h Às 9h.

 

Vazamentos

A Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (RPBC) sofreu um novo vazamento – o quinto em pouco mais de um mês. O incidente, dia 24/8, envolveu dessa vez o vazamento de butano – produto que compõe o GLP (o conhecido gás de cozinha). Porém, os gestores passaram a considerar tantos acidentes em tão pouco tempo como algo natural. 

 

Nacionalmente os petroleiros vêm denunciando que a redução de efetivo operacional das refinarias gera insegurança às instalações, aos trabalhadores e comunidades, mas o governo visa apenas o lucro.

 

Histórico


1. Dia 24/8: vazamento de gás butano;

2. Dia 21/8: refinaria registra vazamento de GLP numa válvula localizada no setor de destilação;

3. Dia 18/8: princípio de incêndio no mesmo setor de destilação também em virtude de vazamento;

4. Dia 7/8: refinaria e unidade termelétrica Euzébio Rocha sofrem com apagão por mais de meia hora após explosão em subestação de energia da UTE. Cetesb multa a refinaria em mais de R$ 100 mil. 

5. Dia 5/7: desarme do compressor da Unidade de Fracionamento Craqueamento Catalítico (UFCC) provoca abertura da válvula de segurança de pressão, liberando gases de hidrocarbonetos para tocha queimadora. Falha, que resultou na emissão de rolos de fumaça preta para a atmosfera, ainda está sob investigação. Cetesb considerou que houve danos ao meio ambiente.

Escrito por: Gustavo Mesquita
Fonte: Imprensa Seeb Santos e Região
Postado por Fernando Diegues em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!