#LiberdadeJá!

Liberdade imediata aos presos políticos na Greve Geral !!!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Liberdade imediata aos presos políticos na Greve Geral !!!

Exigimos a liberdade dos militantes presos na Greve Geral e o fim da criminalização dos movimentos sociais!

A diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região exige a liberdade imediata dos presos políticos da Greve Geral! Os três militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), presos em Itaquera na última sexta-feira, 28 de abril, dia da manifestação contra as reforma Trabalhista e reforma da Previdência estão sendo falsamente acusados por incitação ao crime, incêndio e explosão. Eles foram presos no 63º DP, na Vila Jacuí, zona leste de São Paulo, e agora transferidos na manhã desta terça (2) para o Centro de Detenção Provisória (CDP) da Independência.

O pedreiro Luciano Antonio Firmino, 41 anos, o frentista Juraci Alves dos Santos, 57 anos, e o motorista Ricardo Rodrigues dos Santos, 35 anos, tiveram seus habeas corpus negado no sábado pela juíza Marcela Filus.

Segundo a juíza eles devem continuar presos em nome do “resguardo da ordem social, hoje tão vulnerada por desvios da espécie”.

Segundo o advogado Ramon Koelle, que presta assistência aos manifestantes presos, a escolha dos três processados entre os seis detidos foi aleatória e ato de "evidente criminalização". Os três estão sendo acusados por associação criminosa, explosão e incêndio.

 

Falsas acusações

Luciano está sendo acusado pela suposta prática de incêndio, quando na verdade nenhum pneu chegou a ser queimado na pista ao longo de toda a manifestação.

Juracy e Ricardo estão sendo falsamente acusados de explosão pois teriam atirado rojões na direção dos policiais. A única prova que fundamenta esta versão é a palavra da polícia.

Apesar de os policiais terem vasculhado todo o local, entrado de maneira ilegal na Paróquia do Padre Paulo e averiguado o carro de Juracy à procura de provas, nenhum rojão foi encontrado.

Um vídeo apresentado pela defesa dos militantes demonstra ainda que o ato corria pacificamente no momento em que os policiais decidem atirar bombas contra os manifestantes. Estamos solidários e exigimos a liberdade dos presos e o fim da criminalização dos movimentos sociais e o respeito ao livre direito à greve e a manifestações!!!

Escrito por: Intersindical
Fonte: SEEB Santos, Intersindical, MTST
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias
Atualizado em: 03 de maio de 2017

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!