Só pensam em lucro

Em 2016, juros de empréstimo pessoal e cheque especial seguiram em alta

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
Em 2016, juros de empréstimo pessoal e cheque especial seguiram em alta

Assim como em 2014 e 2015, o Santander foi o banco que apresentou as maiores taxas médias nas duas modalidades

Pesquisas realizadas pela Fundação Procon-SP constataram que, em 2016, as taxas médias das duas modalidades de crédito pesquisadas (empréstimo pessoal e cheque especial) continuaram apresentando a tendência de alta do ano anterior.

 

Os dados foram coletados em sete instituições financeiras até o mês de outubro: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. A partir de novembro, o Banco HSBC foi retirado da amostra, em função do processo de incorporação ao Banco Bradesco.

 

Cadastre-se no whatsapp do Sindicato dos Bancários
 

No empréstimo pessoal, o ano de 2016 iniciou com uma taxa média, entre os bancos pesquisados, de 6,37% e finalizou com uma taxa de 6,51% ao mês, registrando variação positiva de 2,20%. Queda em relação a 2015 quando esta variação foi de 9,23%. O banco que apresentou a maior taxa média anual de empréstimo pessoal foi o Santander, com 8,49% a.m. e a menor foi praticada pela Caixa Econômica Federal, com 5,45% a.m., o que representa uma variação de 55,78%.
 

A taxa média do cheque especial também aumentou. Este ano, iniciou com uma taxa média de 12,52% e finalizou com 13,60% ao mês, registrando variação positiva de 8,63%, inferior ao ano anterior, que foi de 21,02%. A maior taxa média anual nesta modalidade foi registrada no banco Santander, com 15,31% a.m. e, a menor foi praticada pelo Safra, com 12,25% a.m., o que representa uma variação de 24,98%.
 

Avaliando os resultados de 2016, observou-se que a taxa média anual dos bancos na modalidade empréstimo pessoal foi de 6,58% ao mês, indicando um acréscimo de 0,42 ponto percentual em relação à taxa média de 2015, que era de 6,16% ao mês. No cheque especial, a taxa média anual foi de 13,31% ao mês, acréscimo de 1,93 pontos percentuais em relação à taxa média do ano anterior, que era de 11,38% ao mês.
 

Diante deste cenário de alta nas taxas de juros, especialistas do Procon-SP alertam para que o consumidor antes de fazer um empréstimo, pesquise as taxas de diversas modalidades de crédito oferecidas por diferentes instituições financeiras, sempre verificando quanto o valor das parcelas irá comprometer seu salário.

Fonte: Procon-SP
Postado por Comunicação SEEB Santos e Região em Notícias

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no WhatsApp
  • Compartilhar no Telegram
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
[Voltar ao topo]
X

Fale Conosco:

Você pode contar sempre, com o Sindicato, para isso estamos deixando, mais um canal de comunicação, com você. Envie informações, denúncias, ou algo que julgar necessário, para a Luta dos Bancários. Ou ligue para: 0800 771 1920

Atenção: Todas as denúncias feitas ao sindicato são mantidas em sigilo. Dos campos abaixo o único que é obrigatório é o email para que possamos entrar em contato com você. Caso, não queira colocar o seu email pessoal, você pode colocar um email fictício.

Aguarde, enviando contato!